Wagner Moura é indicado ao Globo de Ouro por atuação em ‘Narcos’

A Associação de Correspondentes Estrangeiros de Hollywood não está nem aí para o sotaque de Wagner Moura em “Narcos”: o ator brasileiro foi indicado a melhor ator em série dramática no Globo de Ouro pela sua interpretação de Pablo Escobar. Na categoria, Moura terá como concorrentes Jon Hamm (“Mad men”), Rami Malek (“Mr. Robot”), Bob Odenkirk (“Better call Saul”) e Liev Schreiber (“Ray Donovan”).

Com a série sobre o traficante mais famoso da história, a Netflix levou oito indicações nas categorias televisivas da premiação, liderando a lista. A cerimônia será realizada no dia 10 de janeiro, em Hollywood, com apresentação de Ricky Gervais.

O filme “Que horas ela volta?”, a grande aposta brasileira para a temporada de premiações, ficou de fora das indicações. O longa de Anna Muylaert, escolhido representante do Brasil para o Oscar, perdeu a vaga para o belga “The brand new testament”, o chileno “O clube”, o finlandês “The fencer”, o francês “Cinco graças” e o húngaro “O filho de Saul” — este considerado o favorito para levar a estatueta. Em nota, a diretora informou que estar de fora da lista “não muda em nada a beleza do caminho que este filme já traçou.”

Nas categorias de cinema, lidera as indicações o drama “Carol”, com cinco no total. O filme de Todd Haynes (também indicado como melhor diretor), no entanto, poderá levar no máximo quatro estatuetas, já que as suas duas protagonistas, Cate Blanchett e Rooney Mara (esta já premiada em Cannes), concorrem entre si. Na mesma situação está”A grande aposta”, de Adam McKay, com Steve Carell e Christian Bale indicados a melhor ator.

Veja a lista com todos os indicados:

CINEMA

Melhor filme dramático

“Carol”, de Todd Haynes

“Mad Max: Estrada da Fúria”, de George Miller

“O regresso”, de Alejandro González Iñárritu

“O quarto de Jack”, de Lenny Abrahamson

“Spotlight – Segredos revelados”, de Tom McCarthy

Melhor ator em filme dramático

Bryan Cranston, por “Trumbo”

Leonardo DiCaprio, por “O regresso”

Michael Fassbender, por “Steve Jobs”

Eddie Redmayne, por “A garota dinamarquesa”

Will Smith, por “Um homem entre gigantes”

Melhor atriz de filme dramático

Cate Blanchett, por “Carol”

Brie Larson, por “O quarto de Jack”

Rooney Mara, por “Carol”

Saoirse Ronan, por “Brooklyn”

Alicia Vikander, por “A garota dinamarquesa”

Melhor diretor

Todd Haynes, por “Carol”

Alejandro González Iñárritu, por “O regresso”

Tom McCarthy, por “Spotlight”

George Miller, por “Mad Max – Estrada da Fúria”

Ridley Scott, por “Perdido em Marte”

Melhor roteiro

Emma Donoghue, por “O quarto de Jack”

Tom McCarthy, Josh Singer, por “Spotlight”

Charles Randolph, Adam McKay, por “A grande aposta”

Aaron Sorkin, por “Steve Jobs”

Quentin Tarantino, por “Os oito odiados”

Melhor filme de comédia ou musical

“A grande aposta”, de Adam McKay

“Joy”, de David O. Russell

“Perdido em Marte”, de Ridley Scott

“A espiã que sabia de menos”, de Paul Feig

“Descompensada”, de Judd Apatow

Melhor atriz em filme de comédia

Jennifer Lawrence, por “Joy”

Amy Schumer, por “Descompensada”

Melissa McCarthy, por “A espiã que sabia de menos”

Maggie Smith, por “A senhora da van”

Lily Tomlin, por “Grandma”

Melhor ator em filme de comédia

Christian Bale, por “A grande aposta”

Steve Carell, por “A grande aposta”

Matt Damon, por “Perdido em Marte”

Al Pacino, por “Não olhe para trás”

Mark Ruffalo, por “Sentimentos que curam”

Melhor atriz coadjuvante

Jane Fonda, por “Youth”

Jennifer Jason Leigh, por “Os oito odiados”

Helen Mirren, por “Trumbo”

Alicia Vikander, por “Ex Machina”

Kate Winslet, por “Steve Jobs”

Melhor ator coadjuvante

Paul Dano, por “Love & Mercy”

Idris Elba, por “Beasts of no nation”

Mark Rylance, por “Ponte de espiões”

Michael Shannon, por “99 homes”

Sylvester Stallone, por “Creed: Nascido para lutar”

Melhor filme estrangeiro

“Le tout nouveau testament”, de Jaco Van Dormael (Bélgica)

“O clube”, de Pablo Larraín (Chile)

“The Fencer”, de Klaus Härö (Finlândia)

“Cinco graças”, de Deniz Gamze Ergüven (França)

“O Filho de Saul”, de László Nemes (Hungria)

Melhor animação

“Anomalisa”

“The Good Dinosaur”

“Divertida mente”

“Snoopy & Charlie Brown: Peanuts, o Filme”

“Shaun The Sheep”

Melhor canção original

“Love Me Like You Do”, de “50 tons de cinza”

“One Kind of Love”, de “Love and mercy”

“See You Again”, de “Velozes e furiosos 7”

“Simple Sound #3”, de “Youth”

“Writing’s On The Wall”, de “007 contra Spectre”

Melhor trilha sonora

Carter Burwell, por “Carol”

Alexandre Desplat, por “A garota dinamarquesa”

Ennio Morricone, por “Os oito odiados”

Daniel Pemberton, por “Steve Jobs”

Ryuichi Sakamoto e Alva Noto, por “O regresso”

TELEVISÃO

Melhor série dramática

“Empire”

“Game of Thrones”

“Mr. Robot”

“Narcos”

“Outlander”

Melhor série de comédia ou musical

“Casual”

“Mozart in the Jungle”

“Silicon Valley”

“Transparent”

“Orange is the New Black”

“Veep”

Melhor minissérie ou telefilme

“American Crime”

“American Horror Story: Hotel”

“Fargo”

“Flesh and Bone”

“Wolf Hall”

Melhor atriz em série dramática

Viola Davis, por “How to get away with murder”

Caitriona Balfe, por “Outlander”

Eva Green, por “Penny dreadful”

Taraji P. Henson, por “Empire”

Robin Wright, por “House of cards”

Melhor ator em série dramática

Jon Hamm, por “Mad Men”

Rami Malek, por “Mr. Robot”

Wagner Moura, por “Narcos”

Bob Odenkirk, por “Better Call Saul”

Liev Schreiber, por “Ray Donovan”

Melhor ator em série de comédia

Aziz Ansari, por “Master of none”

Gael Garcia Bernal, por ‘Mozart in the jungle”

Rob Lowe, por “The grinder”

Patrick Stewart, por “Blunt talk”

Jeffrey Tambor, por “Transparent”

Melhor atriz em série de comédia

Rachel Bloom, “Crazy ex-girlfriend”

Jamie Lee Curtis, “Scream queens”

Julia Louis-Dreyfus, “Veep”

Gina Rodriguez, “Jane the virgin”

Lily Tomlin, “Grace and Frankie”

Melhor ator em minissérie ou telefilme

Idris Elba, “Luther”

Oscar Isaac, “Show me a hero”

David Oyelowo, “Nightingale”

Mark Rylance, “Wolf hall”

Patrick Wilson, “Fargo”

Melhor atriz em minissérie ou telefilme

Kirsten Dunst, por “Fargo”

Lady Gaga, por “American horror story: Hotel”

Sarah Hay, por “Flesh and bone”

Felicity Huffman, por “American crime”

Queen Latifah, por “Bessie”

Melhor atriz coadjuvante em série, minissérie ou telefilme

Uzo Aduba, por “Orange is the New Black”

Joanne Froggatt, por “Downton Abbey”

Regina King, por “American Crime”

Judith Light, por “Transparent”

Maura Tierney, por “The Affair”

Melhor ator coadjuvante em série, minissérie ou telefilme

Alan Cumming, por “The good wife”

Damian Lewis, por”Wolf hall”

Ben Mendelsohn, por “Bloodline”

Tobias Menzies, por “Outlander”

Christian Slater, por “Mr Robot”

 

Painel Político, principal fonte de informações políticas de Rondônia. Com noticiário completo sobre economia, variedades e cultura.

1 thought on “Wagner Moura é indicado ao Globo de Ouro por atuação em ‘Narcos’

  1. pense numcaba bom , esse e pedra 90
    merece muito mais , onde e ele eo santoro eutiro o chapeu , os cabas sao muito bons
    isso que o wagner tava queimado por conta do espanhol hem

    #painelpolitico

Deixe uma resposta