Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

90% dos trabalhadores da CAERD em Rondônia aderem à paralisação

0

Na manhã desta terça-feira (9), os trabalhadores(as) da Companhia de Águas e Esgoto de Rondônia – CAERD iniciaram paralisação por tempo indeterminado. 90% dos trabalhadores aderiram ao movimento, que pede pra haver negociação por parte da Diretoria da CAERD sobre o Acordo Coletivo de Trabalho e a reposição das perdas salariais de 9,83%.

Em Porto Velho, os trabalhadores estão concentrados na sede da CAERD, na Av. Pinheiro Machado, 2112. “Desde o mês de abril, os trabalhadores tentam uma negociação com a diretoria da empresa, foram marcadas audiências no SRTE e a diretoria sequer apareceu, por isso, após mais de 03 meses de espera, decidimos iniciar a manifestação no estado todo até que alguém da diretoria compareça e inicie a negociação”, explicou o presidente do Sindur, Nailor Gato.

Enquanto a direção da CAERD se nega a negociar o ACT 2016-2018 e repor as perdas da inflação de 9,8307% dos trabalhadores de carreira, que tem mais de 30 anos na casa, reajusta em 160%, em dois anos, o salário dos Cargos Comissionados, cargos estes que já passam de 110 (incluindo os que estão à disposição da CAERD com ônus), que já pesa na folha em mais de R$ 1.000.000,00 (Um milhão de reais/mês).

Informamos à população que os serviços essenciais serão realizados normalmente pela Caerd. “Caso haja necessidade de religação de água ou algum vazamento, uma equipe será encaminhada para o local, caso contrário os servidores permanecem em greve”, informou Nailor.

Comentários
Carregando