A Importância do Exame Oftalmológico

Segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), existem 314 milhões de pessoas com baixa de visão em todo o mundo, sendo 45 milhões cegos e 1,5 milhões de crianças cegas – sendo que dessas, aproximadamente 100 mil estão na América Latina. No Brasil, 16,5 milhões de brasileiros sofrem algum tipo de deficiência visual e as crianças somam um total de 20 a 30% de atingidos por esses problemas.

Na oftalmologia, sabe-se que 75% dos casos de cegueira poderiam ter sido prevenidos ou tratados com a utilização da atual tecnologia disponível. Além disso, é estimado que 20% da população brasileira precisa usar óculos, sendo que, ao longo da vida, é praticamente impossível que exista alguma pessoa que não precise de alguma forma de correção ótica, seja para enxergar melhor de perto ou de longe.
Segundo o Dr. Alexandre Cercal, otorrinolaringologista de Curitiba, PR, o envolvimento do oftalmologista no desenvolvimento da visão deve começar já no nascimento da criança, pois se a visão não se desenvolver satisfatoriamente durante a infância, o dano pode ser irreversível. “Por isso é tão importante o exame oftalmológico. Ele não se limita ao diagnóstico de lentes, mas a outros exames que permitem identificar inúmeras doenças assim como avaliar a evolução do diabetes, da hipertensão arterial e do glaucoma” explica Cercal.
Além dos problemas ligados diretamente à visão, dores de cabeça, tonturas e enjôos, também podem estar ligadas ao mau funcionamento do sistema ocular. “Por isso é importante a avaliação periódica de seis em seis meses, que contribuem para a manutenção da boa visão para a identificação precoce de várias outras doenças” comenta o especialista.
A visão e a audição são dois dos principais sentidos para o desenvolvimento sadio de qualquer criança, por isso, qualquer sintoma que pareça estranho a qualquer um desses dois sistemas deve ser analisado com cuidado – e, em algumas vezes, eles podem estar conectados entre si. Tonturas e dores de cabeça podem estar envolvidas tanto com o labirinto, – órgão localizado dentro do ouvido responsável pelo equilíbrio, – quanto pela visão. Para ter certeza do tratamento correto é preciso de um exame oftalmológico e de exames auditivos, dependendo do caso.

Serviço: Dr. Alexandre Cercal

Otorrinolaringologista, Amah Ouvido, Nariz, Garganta e Estética da Face

Blog: http://amahotorrino.blogspot.com

Email: [email protected]

Fones: 41 3015-6001 Curitiba

41-3423-4466  Paranaguá

41-3453-1072  Matinhos

13-3822-5891  Registro

13-3841-2626  Iguape

47-3434-2888  Joinville

Deixe sua opinião via Facebook abaixo!
Anterior «
Próximo »

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

  • twitter
  • googleplus

Deixe uma resposta

Direto de Brasília