Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

Abandonado em lixeira quando bebê, homem cumpre promessa e traz “Princesa’ a Curitiba

Ida de Recife para a capital só foi possível por uma vaquinha online

0

Curitiba recebeu dois novos moradores na noite desta terça-feira (17). Foram mais de três anos de espera e dois meses de luta para conseguir o dinheiro da passagem de avião para Leônidas Vitoriano Mendonça Silva, de 45 anos e sua cachorrinha Princesa. Eles vieram de Recife até Curitiba, onde agora irão morar com a família adotiva.

Abandonado em uma lixeira logo após nascer, Leônidas não teve uma vida fácil e foi obrigado a se aposentar por invalidez. Ele sempre quis vir a capital paranaense, mas havia um impedimento, a cadela Princesa, a quem não deixaria de forma nenhuma. A dificuldade então era em conseguir pagar a passagem para que ela viesse junto com Leônidas, porém mais esta barreira foi ultrapassada.

“Não estava conseguindo vir para cá, pelo valor caro por trazer um cão de grande porte, mas agora consegui e vim com a Princesa, porque ela é tudo para mim, pelo grande carinho que temos um pelo outro”, contou Leônidas ao chegar no Aeroporto Afonso Pena, em São José dos Pinhais, região metropolitana de Curitiba.

Princesa vive com ele há 5 anos e é mais do que um cão de estimação. A cachorrinha ajuda nos cuidados com Lêonidas, que sofre de epilepsia. Familiares e amigos foram recepcionar a dupla no Aeroporto Afonso Pena com bexigas e cartazes de apoio à adoção de animais. Fabíola Costa Brito, responsável pela vaquinha que custeou a viagem, comentou que o que chamou a atenção e a motivou para ajudar Leônidas foi o amor pela Princesa.

“Este laço de amor me motivou a ajudar. Atingimos o valor da vaquinha e conseguimos fazer este transporte. Isso é muito raro, porque tem gente que por qualquer mudança de bairro já pensa em se livrar do cachorro”, disse Fabíola.

O irmão adotivo do Leônidas, Daniel José da Silva, diz que ficou acordado desde as 4 horas da manhã, ansioso pela chegada do irmão, de quem muito se orgulha. “Eu fico feliz de ver que ele tem um coração tão bom. Vim de Recife em 1997 para Curitiba e vejo aqui muitos animais abandonados na rua”, opinou.

Leônidas foi abandonado em uma lixeira pelos pais de sangue, mas aprendeu com a família adotiva que o amor ultrapassa qualquer barreira. E agora, em Curitiba, ele está com a família completa; pais, irmãos e a Princesa.

Assista ao vídeo

Comentários
Carregando