Acir Gurgacz e o desfecho de sua utópica Ferrovia Norte Sul

Nem começou e já foi “pro brejo”, o tão anunciado, foguetado, festejado e retumbante projeto do Senador das Pedaladas Fiscais, Acir Gurgacz, está longe de ter sucesso e a culpa é da Polícia Federal.

A construção da Ferrovia Bioceânica e a duplicação da BR-364 como obras prioritárias foram incluídas pelo senador Acir Gurgacz (PDT-RO) em seu relatório setorial de Infraestrutura para o Plano Plurianual 2016/2019, aprovado na Comissão de Serviços de Infraestrutura (CI). A emenda para as duas obras foi apresentada de forma conjunta pelos senadores rondonienses, Acir Gurgacz e Valdir Raupp (PMDB). O trecho da Ferrovia Bioceânica incluído no PPA 2016/2019 atravessa o Estado de Rondônia e parte do Mato Grosso, compreendendo 950 quilômetros, de Porto Velho (RO) a Sapezal (MT). Este trecho da ferrovia tem custo estimado em R$ 5 bilhões.

E os Ching Lings?

O Senador chegou a trazer uma comitiva de chineses para iniciar os projetos, em Vilhena, acompanhando uma comitiva e o embaixador da China, Li Jinzhang que não participou, porque – segundo Acir Gurgacz – “ele estava cansado e, além disso, não estava agendada dentro de sua programação”. Em seu discurso acalorado, Acir Gurgacz elogiou a união entre China, Brasil e Peru na realização de um projeto que já dura 200 anos. “Agora podemos dizer que, de fato, a ferrovia vai sair do papel. A China precisa os produtos que o Brasil produz, e vice-versa”, disse o senador.

Mas aí…

Veio a PF, em mais um desdobramento da operação “lava jato,” e cumpriu nesta sexta-feira (26/2) mandados judiciais em seis estados e no Distrito Federal. Segundo nota da PF, o objetivo é colher provas do pagamento de propina para a construção das ferrovias Norte-Sul e Integração Leste-Oeste, bem como da prática de cartel e lavagem de dinheiro ilícito obtido por meio do superfaturamento de obras públicas. Em Goiás, há suspeita de desvio de mais de R$ 630 milhões, considerando-se apenas os trechos executados na construção da Ferrovia Norte-Sul.

Painel Político, principal fonte de informações políticas de Rondônia. Com noticiário completo sobre economia, variedades e cultura.

Deixe uma resposta