fbpx
Acir Gurgacz estava certo; Marcos Rogério foi o grande derrotado das eleições

Deputado federal que migrou para o DEM não elegeu sequer o irmão em Campo Novo de Rondônia

O deputado federal Marcos Rogério deu um tiro no pé ao deixar a segurança e estrutura do PDT e tentar alçar voo solo. A prova disso foi o resultado pífio do DEM, legenda que Marcos assumiu em Rondônia, nas eleições de domingo. O parlamentar não conseguiu sequer eleger seu irmão, Márcio Rozano que disputou a prefeitura em Campo Novo de Rondônia em uma coligação com o PDT/DEM/PMDB/PSC/PTN/PSDC. Três candidatos disputaram, o irmão de Rogério ficou em terceiro.

O senador Acir Gurgacz, que apadrinhou Marcos Rogério na vida pública, havia dito que o deputado, na verdade, não tem votos, e sim o PDT, legenda que elegeu Rogério.

Para Gurgacz,”o futuro político de Marcos Rogério será difícil”.

O DEM elegeu três prefeituras em Rondônia e 22 vereadores, repetindo os números de 2012, ou seja, como estava ficou.

Já o PDT conseguiu eleger 49 vereadores, 7 a mais que 2012 e 8 prefeituras, 7 a mais que 2012.

Para Gurgacz sua legenda foi “a grande vitoriosa das eleições deste ano”. Evidente que ainda falta ele combinar isso com o eleitorado, mas ao menos em relação a seu ex-pupilo ele acertou.

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta