fbpx
Acir Gurgacz pensa em se licenciar do Senado para tentar salvar o que resta de popularidade

Senador, que é presidente estadual do PDT, partido que apóia Dilma Rousseff busca saída para evitar desastre político

O senador Acir Gurgacz está em uma situação complicada, politicamente falando. Ele é um dos três representantes de Rondônia no Senado Federal, é filiado e presidente estadual do PDT no Estado e sua legenda apóia abertamente a atual presidente Dilma Rousseff. O problema é que Rondônia é um estado que não perdoa, prova disso é que os 8 deputados federais votaram favoráveis ao impeachment da presidente no último domingo, 17, alguns visivelmente contrariados, como Marinha Raupp, amiga pessoal de Dilma e Luiz Cláudio, que já sonhava em abocanhar alguns cargos federais no Estado.

Conforme revelou a coluna PAINEL POLÍTICO, Gurgacz, que foi relator das “pedaladas fiscais”, cujo relatório é favorável à presidente, está entre manter o apoio à Dilma e enterrar sua carreira política, ou votar pelo impeachment e perder o PDT, sem garantias que isso mude a opinião do eleitor rondoniense.

Buscando uma alternativa, o senador pondera a possibilidade de se afastar do cargo por “motivos de saúde”, deixando a responsabilidade nas mãos de seu suplente, o advogado Gilberto Piselo do Nascimento. Mas pelos ânimos da população, e manifestações em redes sociais, isso não deve salvar o que resta da popularidade política do senador, que já teve sua casa como alvo de manifestantes pró-impeachment no mês passado.

 

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

1 thought on “Acir Gurgacz pensa em se licenciar do Senado para tentar salvar o que resta de popularidade

Deixe uma resposta