Adolescente nega desaparecimento registrado por pai em delegacia

In Destaque, Polícia
Espalhe essa informação

A adolescente Júlia Stefany Veronezzi Vieira, de 15 anos, havia sido dada como desaparecida por seu pai, o pedreiro Antônio Fernandes Vieira, que registrou uma ocorrência na delegacia de Vilhena na última segunda-feira. Segundo ele, a menina havia desaparecido no dia 28 de setembro e até aquele dia não havia dado notícias. No comunicado, Antônio afirmou que “a filha saiu da residência em que vive, na Avenida Curitiba, Bairro Jardim Primavera. A garota teria dito que ia até a casa de uma amiga, sendo que desde então não retornou e nem manteve contato com o mesmo”.

Um site de notícias de Vilhena divulgou a informação sobre o desaparecimento da jovem, que ao tomar conhecimento, enviou um e-mail a redação informando que “em nenhum momento esteve desaparecida, pois se encontra num sítio à beira de um rio, e a todo momento mantêm a mãe informada”. O caso gerou uma polêmica, já que há desencontro de informações e um documento policial foi prescrito, sendo que o suposto desaparecimento motivou todo um trabalho investigativo.

Deixe sua opinião via Facebook abaixo!

You may also read!

Coluna – Deputados “pró-Maurão” falam abertamente em traição contra o presidente da ALE

Espalhe essa informação Eles querem que Confúcio “feche logo com Acir” para “baixar a bola” do presidente; e ainda,

Read More...

MPT afirma que Greve Geral de sexta-feira é legitima e justa contra Reforma Trabalhista

Espalhe essa informação O MPT ainda reforça sua posição institucional contra as medidas de retirada e enfraquecimento de direitos

Read More...
Senadores articulam “meio-termo” para extinção de foro privilegiado

Senado aprova projeto que altera a Lei de Abuso de Autoridade; veja íntegra do texto

Espalhe essa informação O substitutivo, que tinha sido aprovado pela Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) pela manhã,

Read More...

Deixe uma resposta

Mobile Sliding Menu