Aécio Neves inaugura ofensiva na internet com Twitter e portal

Meses após ter começado uma guerra jurídica para identificar seus detratores em blogs e redes sociais, o candidato do PSDB à Presidência, senador Aécio Neves (MG), iniciou nesta semana uma ofensiva para ganhar força na internet.

Um dia depois de ter estreado no Twitter, o tucano lança, nesta terça-feira (15), o portal oficial de sua campanha. Segundo aliados, o site, criado sob a supervisão de Andrea Neves, irmã de Aécio, apostará na interatividade e no “engajamento” dos eleitores para decolar.

Apresentado como coordenador digital da campanha do tucano ainda no início do ano, o ex-ministro do governo Fernando Henrique Cardoso Xico Graziano (Agricultura) perdeu o protagonismo nas decisões sobre área.

O site assinado por Graziano ainda na pré-campanha acabou retirado do ar. E, segundo tucanos, desta vez ele pouco palpitou na execução do portal oficial. A assessoria do PSDB disse que Graziano está “à frente da operação de internet, que integra a estratégia de comunicação, comandada por Paulo Vasconcelos”, marqueteiro de Aécio.

As estratégias para a entrada de Aécio no Twitter e o processo de criação do site foram guardados a sete chaves pela equipe de comunicação do mineiro. Toda a concepção do portal se deu em São Paulo e os principais executores do projeto, dizem aliados, foram os publicitários Zuza Nacif e Mino Mazzamati.

Ambos divulgaram em suas páginas os tuítes de Aécio. “Amigos, finalmente estou no Twitter. Resolvi aprender a operar essa importante rede de diálogo”, escreveu em sua primeira mensagem.

Em seguida, o mineiro postou uma “selfie”. Em três horas, reuniu 39 mil seguidores.

A entrada de Aécio na rede social é tardia. O Twitter foi usado pelo presidente norte-americano, Barack Obama, em 2008, o que fez com que os marqueteiros dos principais candidatos à Presidência do Brasil, em 2010, investissem na ferramenta.

Fonte: Folha de São Paulo

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta