Brasil

Aécio relata conversa com Moraes para travar Lava Jato

Aécio relata conversa com Moraes para travar Lava Jato

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes é citado no pedido de abertura de inquérito enviado pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, ao ministro Edson Fachin, relator da operação Lava Jato no STF.

No documento, divulgado à imprensa no início da tarde desta sexta-feira (19/5), é descrita uma conversa que teria ocorrido entre o senador Aécio Neves (PSDB) e Joesley Batista, sócio da JBS, em 24 de março deste ano, no Hotel Unique, em São Paulo-SP.

O senador teria dito que ele, Moraes e Temer estavam tentando “organizar uma forma de impedir que as investigações [da Lava Jato] avançassem, por meio da escolha de delegados que conduziriam os inquéritos, direcionando as distribuições”.

O senador ponderou, no entanto, que “isso não teria sido finalizado” entre ele, Temer e Moraes.

Janot narra que, a partir de 29min40s do áudio, Aécio diz: “O que vai acontecer agora, vai vir inquérito sobre uma porrada de gente, caralho, eles aqui são tão bunda mole, que eles não notaram o cara que vai distribuir os inquéritos para os delegados. Você tem lá, sei lá, tem 2 mil delegados da Polícia Federal, aí tem de escolher dez caras. O do Moreira [Franco, ministro da Secretaria-Geral], o que interessa a ele, sei lá, pro João, o do Aécio vai para o Zé. O outro filho da puta vai pro, foda-se, vai para o Marculino, nem isso conseguiram terminar, eu, o Alexandre e o Michel”, teria dito Aécio.

Deixe sua opinião via Facebook abaixo!
Next article Joesley cita propina de R$ 6 milhões a Marcos Pereira
Previous article Aécio pediu a Gilmar Mendes para conseguir voto a favor da lei de abuso de autoridade

Related posts

0 Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Você pode ser o primeiro a comentar esta postagem postar comentário!

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta