fbpx
Aécio volta ao cargo de senador e não será preso, decide ministro

O senador Aécio Neves (PSDB-MG) deve retornar ao seu mandato e não será preso, conforme pediu a Procuradoria Geral da República. A decisão é do ministro do Supremo Tribunal Federal Marco Aurélio Mello. O senador mineiro estava afastado de suas funções desde 18 de maio deste ano, junto com o deputado Rodrigo Rocha Loures (PMDB) com base na delação de Joesley Batista e pessoas ligadas ao grupo J&F. Aécio foi gravado solicitando R$ 2 milhões ao empresário e Rocha Loures foi filmado pela Polícia Federal recebendo valores do empresário.

Na conversa gravada, Joesley e Aécio negociam de que forma seria feita a entrega do dinheiro. O empresário teria dito que se o senador recebesse pessoalmente o dinheiro, ele mesmo, Joesley, faria a entrega. E, se Aécio mandasse um preposto, o empresário faria o mesmo. Foi quando o senador disse a seguinte frase: “Tem que ser um que a gente mata ele antes de fazer delação. Vai ser o Fred com um cara seu. Vamos combinar o Fred com um cara seu porque ele sai de lá e vai no cara. E você vai me dar uma ajuda do c.”.

Veja abaixo a íntegra da decisão do ministro Marco Aurélio Mello.

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta