Afeganistão vive dia sangrento com três ataques terroristas

Um dos ataques aconteceu próximo ao Parlamento do país, em Cabul.

Esta terça-feira, dia 10, foi um dia sangrento no Afeganistão. O país sofreu três atentados terroristas que deixaram ao menos 53 mortos e dezenas de outros feridos.

O primeiro aconteceu em Lashkargah, capital da província de Helmand, e causou a morte de ao menos oito pessoas. No fim da manhã desta terça, um kamikaze entrou na casa que hospedava um oficial da NDS, principal agência de inteligência do país, e se explodiu. A polícia local ainda não divulgou se mais pessoas morreram, mas afirmou, no entanto, que o ataque poderia ter sido pior por que um caminhão cheio de explosivos que estava indo em direção à casa foi detido antes de fazer qualquer estrago.

No entanto, o atentado que mais deixou vítimas fatais foi o que aconteceu na cidade de Cabul. Um duplo bombardeio suicida foi registrado perto do Parlamento do país, local de grande movimentação, matando ao menos 38 pessoas e ferindo mais de 70.

O ataque, que foi reivindicado pelo grupo islâmico afegão Talibã, começou quando um homem-bomba se explodiu no local.

Alguns minutos depois, um carro-bomba também acabou se explodindo.

O duplo-atentado, que pareceu coordenado, aconteceu na hora que os funcionários do Parlamento e dos prédios vizinhos estavam voltando para casa.

De acordo com o grupo terrorista, o alvo do ataque era um micro-ônibus que levava integrantes da NDR. O último atentado do dia foi na cidade de Kandahar, na província meridional de mesmo nome. O ataque foi realizado por um kamikaze que se explodiu durante uma reunião na embaixada dos Emirados Árabe Unidos, que feriu o embaixador do país no Afeganistão e matou ao menos 7 pessoas.

Fonte: noticiasaominuto

Deixe uma resposta