fbpx
Agentes encontram 181 celulares em bebedouro de presídio do MT

O bebedouro foi retirado de um raio da Penitenciária Central do Estado para consertar, mas voltou recheado de celulares

Brasília – Agentes penitenciários do Mato Grosso encontraram 181 aparelhos de celular em um bebedouro que voltou do conserto e seria instalado na Penitenciária Central do Estado (PCE), a maior do Mato Grosso que conta com uma população carcerária de pouco mais de 2 mil presos. O presídio tem capacidade para abrigar 650.

O aparelho pode ter sido entregue no plantão errado, havia sido retirado de dentro da Penitenciária Central com o pretexto de que estava com defeito.

Ao ser consertado, o bebedouro foi mandado de volta para dentro da Penitenciária Central, só que, recheado de aparelhos de telefones celulares embrulhados em uma esponja. Atentos, os agentes penitenciários resolveram fazer uma minuciosa revista na máquina de água.

Os 181 aparelhos foram apreendidos pelos agentes prisionais que confeccionaram um Boletim de Ocorrência (BO) e o caso será investigado pela Polícia Civil. A Polícia quer saber de quem foi a ideia de mandar consertar o bebedouro, quem encomendou e quem colocou os aparelhos dentro do bebedouro, que também foi apreendido.

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta