Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

Agentes penitenciários acusam direção de presídio de “acordo” com presos

0

Irregularidades feitas no acordo teriam sido apontadas em relatório de equipe de plantão

Agentes penitenciários que atuam no presídio José Mário Alves da Silva, o “Urso Branco” em Porto Velho, capital de Rondônia, acusam a atual direção da unidade de ter feito “um acordo” com os apenados. Atualmente a penitenciária é comandada pelo diretor geral Celio de Lima, o diretor de segurança Jean Carlos e o diretor administrativo Walterlando Guimarães.

Entres os benefícios que os líderes dos presos solicitaram estão celas livre da própria carceragem e benefícios para apenados mais antigos.

Uma equipe de plantão fez um relatório relatando essa irregularidade, pois o fato de soltar celas livre das próprias carceragens é um grande risco a segurança da unidade prisional, alegam eles, já que os agentes estão tendo que abrir celas com um reduzido efetivo de servidores.

Os agentes relatam ainda que as escolhas desses “celas livre” não foi feita de forma legal, tendo em vista a portaria 1061/SEJUS em seu artigo 46, normatiza esses procedimentos, tendo que ter uma comissão para a escolha dos apenados para realizarem esses trabalhos, mas o que houve foi o contrário, os próprios presos pediram os “celas livre” por interesses próprios, assim como consta na ata de reunião.

Os servidores relatam ainda que a direção daquela unidade tentou intimidar vários servidores devido o relatório feito por eles, alegando serem “mentirosas, falsas e levianas” as supostas irregularidades apontadas. Os servidores repudiam a ação tomada pela direção e afirmam que irão tomar às medidas cabíveis quanto a isso.

ata da reunião no Urso Branco do suposto acordo
ata da reunião no Urso Branco do suposto acordo
Comentários
Carregando