“Alunos nem sabem o que é PEC”, diz Michel Temer sobre ocupações

Até o momento, são 168 universidades ocupadas por estudantes, segundo a UNE, e mais de 1.200 instituições de ensino em todo o País

O presidente Michel Temer desdenhou nesta terça-feira (8) dos protestos contínuos contra a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 55, que congela os gastos com educação pelos próximos 20 anos, que já resultaram na maior onda de ocupações de universidades da história – até o momento, são 168 universidades ocupadas por estudantes, segundo a UNE, e mais de 1.200 instituições de ensino em todo o País.

“Nós precisamos aprender no país a respeitar as instituições, e o que menos se faz hoje é respeitar as instituições. Isso cria problemas e o direito existe exatamente para regular as relações sociais. Hoje, ao invés do argumento moral, intelectual, verbal, usa-se o argumento físico. Vai e ocupa não sei o quê, bota pneu velho, queima, para o trânsito”, disse Temer.

Ele também insinuou que a população não sabe sobre o que está protestando. “Você sabe o que é uma PEC? A PEC é a proposta de ensino comercial. As pessoas não leem o texto. Não estou dizendo os que ocupam ou não ocupam. Mas em geral”, completou.

PEC, na verdade trata-se de Proposta de Emenda à Constituição, cuja sigla vem sendo distorcida para Proposta de Ensino Comercial, a qual o presidente se referiu.

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Participe do debate. Deixe seu comentário