AM e RR começam a receber homens da Força Nacional

In Brasil

Ainda estão sendo analisadas as necessidades dos Estados para definir como serão aplicados os recursos para tornozeleiras eletrônicas e para os scanners usados em revistas nos presídios

Brasília – Os Estados que convivem com crise aguda no seu sistema penitenciário apresentaram uma lista grande e diversa de pedidos ao governo federal: de coletes à prova de bala a um micro-ônibus para transporte de presos; de armamentos e granadas de gás para contenção de rebeliões ao empréstimo de um helicóptero. Parte dos pedidos já foi autorizada, e outros ainda estão sendo analisados. Além desses materiais, foi solicitada a transferência de presos para penitenciárias federais e a presença de homens da Força Nacional de Segurança Pública. Nesta terça-feria, está previsa a chegada de 100 homens em Roraima e outros 100 no Amazonas. As informações são do site do jornal O Globo.

Ao todo, sete Estados pediram auxílio: Acre, Amazonas, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rondônia, Roraima e Tocantins. O Amazonas, por exemplo, pediu mil tornozeleiras eletrônicas e o empréstimo de um helicóptero da Polícia Federal para ajudar na captura de dezenas de detentos que fugiram da prisão Anísio Jobim. O helicóptero será cedido, mas o governo estadual ainda não formalizou o pedido.

Segundo o ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, ainda estão sendo analisadas as necessidades dos Estados para definir como serão aplicados os R$ 72 milhões prometidos pelo presidente Michel Temer para tornozeleiras eletrônicas e os R$ 78 milhões para os scanners usados em revistas nos presídios.

Os 200 homens da Força Nacional que vão atuar em Roraima e no Amazonas partiram na noite desta segunda-feira ou madrugada de terça-feira em aviões da Força Aérea Brasileira (FAB), chegando já pela manhã nos dois Estados. Segundo o ministro da Justiça, a Força Nacional atuará no policiamento, no apoio de bloqueios, e próximo às penitenciárias, mas não agirá como agentes penitenciários.

Também foi autorizado o envio de uma equipe de dez agentes do Departamento Penitenciário (Depen) do Ministério da Justiça para o Amazonas. Eles vão primeiramente fazer um diagnóstico nas penitenciárias do Estado. Também farão o treinamento de agentes penitenciários. No caso daqueles que são servidores do Estado, os cursos serão bancados pelo governo federal. No caso dos agentes terceirizados, haverá ressarcimento das empresas que os contrataram.

Deixe sua opinião via Facebook abaixo!

You may also read!

PF cumpre mandados em Curitiba e Rio em nova fase da Lava Jato

PF cumpre mandados em Curitiba e Rio em nova fase da Lava Jato

Espalhe essa informação Mandados foram expedidos pelo juiz Sérgio Moro e incluem ao menos um pedido de prisão no

Read More...

Coluna – Terceirização vai evitar casos como o do “chefe da xerox”, que ganha salário de R$ 32 mil

Espalhe essa informação E ainda, justiça deixa mulher de Cabral solta porque ela tem “dois filhos menores”. Reforma da

Read More...

Como sem-teto superou 9 overdoses e se transformou em magnata

Espalhe essa informação Khalil Rafati deu volta por cima após mergulhar no trabalho – e montou império de comida

Read More...

Deixe uma resposta

Mobile Sliding Menu