Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

AM: padastro confessa estupro e mordidas em bebê

0

O padrasto de um bebê que foi hospitalizado com marcas de mordidas e lesões no pênis, no domingo (12) em Manaus, confessou a agressão à criança. O menino de uma ano e quatro meses também foi estuprado. O adolescente de 17 afirma que havia consumido cocaína antes do crime. A mãe do bebê, de 22 anos, foi presa apesar de negar envolvimento no crime. As informações são do G1.

A Polícia Civil apresentou a mãe e o padrasto do menino nesta segunda-feira (13) à imprensa. A pediatra que atendeu à criança conta que ela tinha hematomas e marcas pelo corpo, além de ferimentos no pênis. “Tava drogado, tinha cheirado pó. Só lembro que mordi. Eu brincava com ele”, disse o suspeito. O adolescente também disse que sufocou o bebê e disse que o menino chorou muito.

A mãe nega ter participado do crime, apesar de o bebê dormir na cama entre os dois. “Nem desconfiava que ele fazia isso com meu filho. Ele acalentava meu filho. Sinto ódio e revolta porque estou pagando por algo que não fiz”, disse a mulher na delegacia.

O exame de corpo de delito feito no menino apontou que as marcas de mordidas no corpo e no pênis do bebê foram feitas por um adulto. O ânus da criança tinha laceração, indicando estupro. De acordo com a delegada Juliana Tuma, responsávelpelo caso, o bebê voltou a ser internado. A mãe e o padrasto foram indiciados por crime de tortura e estupro de vulnerável. A mulher também foi indiciada por omissão.

Comentários
Carregando