Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

Ambulantes vão ‘sumir’ dos trens do Rio durante a Olimpíada

0

Em meio às transformações por que passa o Rio de Janeiro, por causa da Olimpíada, há também protocolos que vêm sendo cumpridos na cidade com o propósito de vender para o mundo uma imagem distorcida da realidade. Exemplo disso é o que se vê (e o que se deixará de ver) dentro dos trens. Em seus vagões, circulam diariamente uma infinidade de vendedores ambulantes não cadastrados. Durante os Jogos, eles desaparecerão.

O trem é o transporte mais apropriado para quem vai ao Engenhão e ao Complexo de Deodoro e referência para quem quiser ir ao Maracanã. Esses três pontos vão abrigar disputas de várias modalidades e devem atrair centenas de milhares de pessoas entre 5 e 22 de agosto.

São muitas as famílias que dependem desse trabalho diário nos trens da SuperVia, a concessionária com direito a explorar o transporte ferroviário do Estado. A empresa orienta seus funcionários a combater o comércio clandestino. Isso tem sido mais frequente em algumas das 102 estações administradas pela Supervia. Em outras, não.

“Principalmente nos ramais que levam a Deodoro e passam pelo Maracanã e Engenhão. Vamos ficar sem trabalho”, lamentou J., 55 anos, que vende biscoitos e batata frita. “Já nos passaram o recado. Para não ter problema, o melhor é buscar outro local em agosto.”

Comentários
Carregando