• Homepage
  • >
  • Brasil
  • >
  • Ameaça de envenenamento de crianças com suposta ligação com “Baleia Azul” leva pânico a cidade mineira

Ameaça de envenenamento de crianças com suposta ligação com “Baleia Azul” leva pânico a cidade mineira

Ameaça de envenenamento de crianças com suposta ligação com “Baleia Azul” leva pânico a cidade mineira

A Polícia Militar está investigando o caso para chegar ao autor da mensagem e a suposta ligação com o jogo, que estimula seus participantes a cometer suicídio.

Uma mensagem que circula pelo Whatsapp ameaçando estudantes de uma escola da cidade de Ipanema, em Minas Gerais, gerou pânico entre os pais dos alunos. O texto diz que um dos desafios propostos pelo infame “jogo da baleia azul” é envenenar 30 crianças e que a Escola Estadual Nilo Morais Pinheiro seria o alvo escolhido. A Polícia Militar está investigando o caso para chegar ao autor da mensagem e a suposta ligação com o jogo, que estimula seus participantes a cometer suicídio.

O diretor da escola, Robson Nogueira, disse que, assim que a instituição tomou conhecimento da ameaça, convocou uma reunião para decidir que medidas seriam tomadas. A segurança na escola, que tem 800 alunos matriculados, foi reforçada. Além disso, os alunos foram avisados para não aceitarem nenhum tipo de doce, já que o texto afirmava que o envenenamento ocorreria por meio de balas.

— Por volta de 13h30, recebemos uma mensagem de alguém que estaria aceitando um desafio de envenenar crianças da cidade, dentre elas, alunos da escola. Recomendamos a nossos alunos a não aceitar nenhum doce, reforçamos a segurança no portão da escola e acionamos a polícia — afirmou Nogueira.

“Oi me chamo Lucas estou no desafio da baleia azul moro na cidade de Ipanema MG estou no décimo desafio que é dar balas envenenada pra 30 crianças de 3 escolas diferentes como já conhece bem a cidade escolhi o Nilo e a escolinha do campo e a imaculada pois tem mais crianças pequenas peço desculpas as mães mas tenho que cumprir ou eles vêm atrás de mim sinto muito pelos filhos de vocês – desafio aceito”, diz a ameaça que preocupou os pais de crianças na cidade mineira.

De acordo com o tentente Bruno de Miranda Fernandes, comandante do Pelotão da Polícia Militar de Ipanema, o telefone de emergência começou a tocar expressivamente por volta das 15h.

— Estranhamos a quantidade de telefonemas porque a cidade é muito tranquila — explicou o tenente, acrescentando que as pessoas estavam muito nervosas.

Segundo o diretor da unidade de ensino, o turno da tarde é frequentado pelas crianças mais novas, com idades entre 6 e 11 anos. Assim, muitos pais foram buscar seus filhos assim que ficaram sabendo da ameaça.

— Começamos a receber mensagens dos pais preocupados conforme a mensagem era compartilhada, mas a situação manteve-se tranquila e as aulas foram mantidas. Apesar disso,muitos pais foram buscar os filhos na escola devido ao medo — afirmou Nogueira.

Tanto o diretor da escola quanto o tenente chamaram atenção para o fato de que envenenamento de terceiros é uma prática que não está atrelada aos casos já observados do desafio da Baleia Azul, cuja principal preocupação social está relacionada à automutilação e ao suicídio.

— Desconfiei que a mensagem de uma pessoa alegando particpar do Baleia Azul fosse falsa porque já havíamos recebido o mesmo texto, mas vindo de outros lugares. A única diferença era que mudaram o nome da cidade e das escolas — afirmou Fernandes.

A Polícia Militar reforçou o patrulhamento nas proximidades das escolas da região, principalmente, nos horários de entrada e saída dos alunos.

— Acreditamos que tenha sido uma brincadeira mau gosto, mas o policiamento foi implementado com maior efetividade — disse, ressaltando que não há casos de participação do desafio em Ipanema.

De acordo com o tenente, as escolas da cidade já foram orientadas. No caso da Nilo Morais Pinheiro, Nogueira salientou que os pedagogos já haviam discutido o jogo com os alunos desde quando outros casos começaram a ser divulgados.,

Fonte: extra.globo

Deixe sua opinião via Facebook abaixo!
Anterior «
Próximo »

Deixe uma resposta

Direto de Brasília