Após 16 anos, Bernardinho deixa comando da seleção masculina de vôlei

In Esportes
Após 16 anos, Bernardinho deixa comando da seleção masculina de vôlei

Foram 28 títulos relevantes, com direito a três Mundiais, duas Copas do Mundo e duas Olimpíadas – a última delas no ano passado, em solo brasileiro, no Rio de Janeiro.

Chegou ao fim a ‘era Bernardinho’ na seleção brasileira de vôlei. Depois de quase 16 anos a frente do comando do time, o treinador anunciou nesta quarta-feira que deixará a equipe. O motivo principal foi a pressão da família, que pedia que ele tivesse mais tempo para descansar – Bernadinho também comanda o Rio de Janeiro na Superliga feminina, o que o faz trabalhar quase que todos os meses do ano.

Seu substituto será Renan dal Zotto, que, assim como Bernardinho, foi membro da geração que conquistou a medalha de prata nos Jogos Olímpicos de 1984, em Los Angeles.

O período de Bernardinho – que seguirá como uma espécie de consultor da seleção masculina – na seleção foi simplesmente incrível. Após pegar uma seleção desacreditada, que havia caído na Olimpíada de 2000 ainda nas quartas de final para a Argentina, Bernardinho construiu uma das maiores hegemonias da história do esporte.

Foram 28 títulos relevantes, com direito a três Mundiais, duas Copas do Mundo e duas Olimpíadas – a última delas no ano passado, em solo brasileiro, no Rio de Janeiro.

Fonte: espn.uol

 

 

Deixe sua opinião via Facebook abaixo!

You may also read!

Recontagem no AM descobre mais 41 presos foragidos no Ano Novo

Mutirão carcerário analisa processos de 5,2 mil detentos de Manaus

Espalhe essa informação Defensora se espanta com “penas altíssimas” e casos de presos que entraram no sistema em 2014

Read More...
Nomes de Nelson Jobim e FHC voltam a circular como alternativa a Temer

Nelson Jobim: Biografia individual se faz na política, não no Judiciário

Espalhe essa informação Segundo Jobim, “tudo isso faz parte daquilo que hoje nós chamaríamos de ação-espetáculo” O ex-ministro e

Read More...
Após delação, assessor especial de Temer pede demissão

‘Aceito acareação com quem quer que seja’, reage Yunes a operador de Cunha

Espalhe essa informação “Aceito acareação com quem quer que seja ratificando todos os dizeres do meu depoimento”, disse Yunes

Read More...

Deixe uma resposta

Mobile Sliding Menu