Após morte de mulher em prova de auto-escola, usuários reclamam de péssimas condições
Baixe nosso aplicativo para celular Baixe nosso aplicativo para celular Após a morte da mulher identificada como Marta Gonçalves, 49, ocorrida na manhã desta terça-feira em Porto Velho, várias pessoas reclamaram das condições inadequadas dos locais onde ocorrem as provas práticas. De acordo com uma mulher, “o local de prova, é desumano exposto ao sol, não tem onde sentar, fazer um lanche, tomar uma água, profissionais que mais parece um ditador, muita gente ,não tem horas pra acabar. É um verdadeiro horror”. Outra usuária  declarou que “a prova em si não nos deixa nervosos,o que nos deixa nervosos são os examinadores do detran,pq esses carniças só querem um pequeno deslize pra nos reprovar.Detran é uma das maiores fábrica de dinheiro que conheço. Ano retrasado quando fui fazer a minha prova além do examinador tinha um policial civíl dentro do carro que eu estava fazendo a prova pra certificar que o examinador não ia cometer abuso de poder,ainda mais pq eu estava grávida de 8 meses”.

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Participe do debate. Deixe seu comentário