Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

Artigo do leitor – Moro tem o dever legal de inocentar Lula

0

É quase certo que Moro irá condenar Lula. Minha convicção pessoal é de que sim, ele é dono do tal triplex, mas convicção pessoal não é lei, e na lei, que vale para todos, Lula é inocente. Cumpra-se a lei.

Aqueles que privam de uma convivência quase diária com minha pessoa sabem o que penso de Lula e do Partido dos Trabalhadores (PT). Contudo, os mesmos também sabem do que acho sobre as leis: são preto no branco e devem ser cumpridas.

E é com isso que venho aqui dizer algo que pode parecer estranho, mas que tem tenho o dever moral de fazer por defender leis: o juiz Sérgio Moro tem não só o dever, mas a obrigação de absorver Lula no caso do triplex do Guarujá.

O motivo é simples e explico: os acusadores não conseguiram provar que ele era o dono. Sim, o Ministério Público, teve a capacidade e a incompetência de produzir uma peça que é no mínimo imoral, pedindo a condenação de Lula mesmo sem ter produzido uma prova robusta para tal.
Há quem diga que o triplex em nome da OAS é para ocultar um bem do ex-presidente, mas para o direito o argumento é frágil, não só porque é Lula quem está no banco dos réus, mas para condenar qualquer pessoa. O pior de tudo foi a admissão do MP em sua alegação final em que deixou explicita a sua incompetência colossal.

É quase certo que Moro irá condenar Lula. Minha convicção pessoal é de que sim, ele é dono do tal triplex, mas convicção pessoal não é lei, e na lei, que vale para todos, Lula é inocente. Cumpra-se a lei.

*Jefferson Carvalho Potter é jornalista e assessor de imprensa.

** O espaço “Opinião do Leitor” é aberto à todos. Para ter seu artigo publicado, encaminhe o texto para o e-mailalan.alex@gmail.com – Serão aceitos apenas textos originais, não importa se já tenha sido publicado em outros veículos.Os textos podem conter opiniões, tanto de esquerda quanto de direita, desde que baseado em argumentos sólidos. Por questões de legibilidade, recomendamos que os textos tenham no máximo 3 laudas. Não remuneramos por isso, fazemos uma pesquisa prévia sobre a autoria. Não nos responsabilizamos por eventuais plágios, mas encaminharemos a origem a quem fizer a acusação. Podem ser textos com abordagem política, jurídica, econômica, consumidor ou temas cotidianos. Não aceitamos textos que contenham ofensas a pessoas ou instituições ou acusações sem a devida comprovação documental.

Os textos são automaticamente reproduzidos em nosso perfil no Twitter e em nossa página no Facebook.

Comentários
Carregando