Ataques da Turquia e da coalizão dos EUA matam 63 militantes do Estado Islâmico

A coalizão liderada pelos Estados Unidos realizou ataques aéreos com drones e bombardeios contra a Síria no domingo (1) e, segundo o exército da Turquia, 63 militantes do Estado Islâmico foram mortos durante a ação.

A primeira ofensiva aconteceu no domingo (1) e foi marcada pela disparada de quatro foguetes dos EUA – a ação deixou oito feridos na cidade de Kilis, localizada na fronteira entre Síria e Turquia.

Quatro drones norte-americanos implantados na base aérea de Incirlik participaram da operação e mataram, sozinhos, 29 militantes. As outras 34 vítimas foram mortas por disparos de foguetes e bombardeios da Turquia.

News Reporter
Muryllo F. Bastos é advogado, editor do site e Painel Político. Natural de Vilhena.

Deixe uma resposta