Atrasos na Lava-Jato estão na investigação, e não no STF, diz Gilmar Mendes

De acordo com o ministro, o andamento dos processos depende mais da Polícia Federal e da Procuradoria Geral da República

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) e presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Gilmar Mendes, disse na manhã desta terça-feira, 18, que o STF fará esforço para que não haja atraso nas análises ligadas à Operação Lava-Jato. “Não há atrasos hoje nos processos que estão formalizados no Supremo na questão da Lava-Jato. Os atrasos estão na investigação”, afirmou a jornalistas pouco antes de participar de um evento realizado na capital portuguesa.

De acordo com o ministro, o andamento dos processos depende mais da Polícia Federal e da Procuradoria Geral da República. Mendes disse que chegaram cerca de 50 processos ao Supremo, 11 deles já foram transformados em denúncia e cerca de oito em procedimento normal.
“O grande problema aqui é o atraso na investigação.” Mendes participa do V Seminário Luso-Brasileiro de Direito, em Lisboa, promovido pela Escola de Direito de Brasília do Instituto Brasiliense de Direito Público (EDB/IDP) e pela Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa (FDUL).
Deixe sua opinião via Facebook abaixo!
Por favor, dê um like em nossa página no Facebook
Placeholder
Anterior «
Próximo »

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

  • twitter
  • googleplus

Deixe uma resposta

Direto de Brasília

Associado da Liga de Defesa da Internet