Notas

Auditorias da FGV em Rondônia sempre acabam no mesmo lugar, na gaveta

Auditorias da FGV em Rondônia sempre acabam no mesmo lugar, na gaveta

Empresa teria sido contratada para auditar folha do Estado e agora da capital

Brasília – A Fundação Getúlio Vargas costuma ser bastante citada em Rondônia quando o assunto é auditoria em folha de pagamento.

O Ministério Público do Estado anunciou em 2013 ter contratado a entidade para auditar a folha. Na época descobriram que o Estado pagava salários a 200 servidores que já haviam morrido.

Também foi descoberto que o jogador Pelé e a ex-miss Brasil Martha Rocha recebiam salários do governo de Rondônia.

O resultado desse levantamento? Nenhum. Ninguém foi preso, ninguém respondeu por isso e não se sabe o tamanho do prejuízo, nem quanto a FGV recebeu por esse trabalho.

Mais recentemente, o prefeito eleito Hildon Chaves anunciou que também faria uma auditoria na folha, contratando a FGV. Resta saber se esse levantamento vai ter o mesmo destino do que está nas mãos do MP, o fundo de uma gaveta qualquer…

No caso da folha do Estado, teve gente que saiu milionário com as fraudes…

Deixe sua opinião via Facebook abaixo!
Next article Bovespa fecha em alta nesta terça-feira
Previous article Senado deve retomar discussão sobre reforma do ensino médio

Related posts

0 Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Você pode ser o primeiro a comentar esta postagem postar comentário!

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta