Bactéria em praia mata homem em 60 horas

O casal Henry e Patty Konietzky foram caçar caranguejos na praia de Ormond, na Flórida, no dia 22 de setembro e ele voltou com uma lesão no tornozelo que pensaram ser uma simples picada de inseto, como informa a agência AP.

americano

No entanto, ele desenvolveu uma ferida e, depois, se confirmou que ele estava contaminado com a bactéria Vibrio vulnificus, encontrada em águas costeiras.

Essa bactéria, segundo informações dos Institutos Nacionais de dos EUA Saúde (NIH, na sigla em inglês), é um organismo virulento que causa infecções severas em pessoas saudáveis. No caso de Henry, a bactéria se espalhou rapidamente pelo corpo, e ele morreu em 60 horas (dois dias e meio).

 

Fonte: G1

Deixe sua opinião via Facebook abaixo!
Anterior «
Próximo »

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

  • twitter
  • googleplus

Deixe uma resposta

Direto de Brasília