Bandidos se passaram por policiais durante chacina que matou 8 na Bahia

Dois homens e todas as mulheres foram poupados pelos assassinos

Os bandidos responsáveis pela chacina que deixou oito mortos e um ferido em Porto Seguro, na região sul da Bahia, chegaram ao local do crime se passando por policiais. Segundo informações da Polícia Civil, os criminosos estavam encapuzados, usando roupa de camuflagem, coletes balísticos e armas de grosso calibre.

Dois homens e todas as mulheres que estavam na casa foram poupados pelos bandidos. O ferido na chacina segue internado no Hospital Luís Eduardo Magalhães, em Porto Seguro. O estado dele é grave.

Segundo a polícia, os outros sobreviventes do atentado começaram a ser ouvidos pela polícia ainda na segunda-feira (6), um dia após o crime. Vizinhos da casa onde o ataque aconteceu também prestaram depoimento. Até a manhã desta terça-feira (7), nenhum suspeito de participar da chacina havia sido preso.

A motivação do crime também segue sob investigação. “A gente vai atuar com todo empenho possível para identificar a autoria, identificar a motivação, e descartar ou não se isso tem relação com o fato dessas vítimas serem filhos de policiais”, explicou o coordenador regional da Polícia Civil, Moisés Damasceno.

Ainda de acordo com o delegado, nenhuma das vítimas tinham passagem pela polícia. “Nada pesa sobre a conduta de nenhuma das vítimas, então é um fato que precisa ser investigado por todas as linhas”, disse o coordenador regional.

Vitimas da chacina eram jovens e filhos de policiais

Crime
Uma chacina deixou oito homens mortos, entre eles quatro filhos de policiais e um cabo da Aeronáutica, e um ferido no bairro de Porto Alegre I, em Porto Seguro, município no extremo sul da Bahia, na noite de domingo (5). Segundo informações da Polícia Militar, nove homens fortemente armados cometeram o crime e fugiram em seguida.

Conforme a polícia, o atentado aconteceu após as vítimas voltarem de uma festa “paredão’ na orla de Porto Seguro.

De acordo com a PM, o criminosos chegaram ao local a bordo de uma caminhonete Ranger de cor vermelha e efetuaram vários disparos. Três corpos foram encontrados do lado de fora da casa, e outros cinco dentro do imóvel.

O veículo usado pelos bandidos foi encontrado por policiais e levado para o pátio da delegacia. Segundo informações da polícia o automóvel havia sido roubado horas antes. No local do crime foram encontradas cápsulas de fuzil calibre 556, segundo a polícia.

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta