Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

Bateria que é carregada em 30 segundos pode solucionar grande problema dos smartphones

0

A startup israelense StoreDot aparentemente tem uma solução para um dos maiores problemas dos smartphones – e que nenhuma empresa até hoje conseguiu resolver: uma bateria que é carregada em 30 segundos.

Por enquanto o projeto ainda está em fase de protótipo, e é bem grande e desajeitado, mas, aparentemente, a tecnologia funciona como promete. A StoreDot não desenvolveu um carregador especial, e sim uma bateria: ela usa “nanodots”, derivados de material bio-orgânico, que são usados tanto no elétrodo (que armazena a carga da bateria), quanto no eletrólito (que transfere a energia entre o ânodo e o cátodo nas extremidades da bateria).

Esses nanodots possuem propriedades elétricas que permitem a recarga mais rápida ao mesmo tempo que ela é descarregada na mesma velocidade das baterias tradicionais. Na prática, isso significa que você terá uma bateria com a mesma duração de hoje, mas que será recarregada com muito mais velocidade. Esqueceu de deixar o smartphone carregando durante a noite? Sem problemas – deixe-o carregando enquanto se arruma de manhã que ele sairá de casa com carga completa.

A StoreDot apresentou a tecnologia na segunda-feira durante um simpósio da Microsfot em Tel Aviv. Na ocasião, ela usou um Samsung Galaxy S4 para mostrar o potencial da sua super-bateria.

A ideia é muito boa e, aparentemente, funciona bem na prática, mas não é como se a próxima leva de smartphones high-end já saísse de fábrica com a nova bateria. No estágio atual, a bateria é muito maior do que a encontrada no Galaxy S4 tradicional, e ainda não tem a mesma duração de outras baterias. A StoreDot trabalha nessas duas questões e espera chegar a uma versão final em cerca de um ano.

Por fim, smartphones do futuro que quiserem usar a bateria precisarão de algumas modificações em relação ao atual – eles precisam acomodar correntes maiores durante a recarga.

Se tudo sair como o planejado, as baterias entrarão em produção em massa em 2016, podendo equipar nossos smartphones dentro de alguns anos. Muitas empresas prometem tecnologias revolucionárias para solucionar a questão da bateria – e são poucas que apresentam algo tão próximo de estar completo como a StoreDot.

Comentários
Carregando