BC reduz juros mais que o previsto e ainda assim a Fiesp reclama

Entidade que representa as indústrias de São Paulo geralmente distribui comunicados criticando as decisões tomadas pela autoridade monetária.

O Banco Central (BC) anunciou nesta quarta-feira a redução da taxa Selic para 13% ao ano. O corte, de 0,75 ponto porcentual, foi maior que o esperado pela maioria dos analistas, o que não impediu a Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) de fazer ressalvas sobre a decisão.

Após cada reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) do BC, a Fiesp sempre distribui comunicados criticando a decisão tomada – e geralmente com o argumento de que o Banco Central foi tímido, pouco ousado e afins. Dessa vez, com o corte maior que o previsto, a queixa foi outra. “Além de reduzir a Selic, é preciso aumentar o crédito da economia para que as empresas invistam e as famílias consumam”, disse em nota o presidente da entidade, Paulo Skaf.

Fonte: veja.com

Painel Político, é um blog de notícias de Rondônia, com informações sobre política regional, nacional, economia, jurídico e variedades. Siga-nos nas redes sociais, visite-nos diariamente e fique sempre bem informado.

Deixe uma resposta