Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

Bebê de 1 ano e 3 meses sofre estupro e é abandonado em matagal

0

Menina passou por cirurgia para reconstrução da vagina

Uma bebê de 1 ano e 3 meses foi encontrada em um matagal com sinais de violência sexual na cidade de Pedro II, Norte do Piauí. A criança foi submetida a exames que comprovaram o estupro. Nesta segunda-feira (8), a equipe médica do Serviço de Atenção a Mulheres Vítimas de Violência Sexual (Sanvis) falou com a imprensa e informou que a menina passou por cirurgia para reconstrução vaginal.

Conforme informações da Dra. Maria Castelo Branco, durante o procedimento os médicos também constataram que o agressor tentou cometer o estupro anal, divulga o G1.

Segundo a polícia, a menina foi encontrada na manhã do domingo (7) em um matagal próximo à casa da avó, onde dormia quando foi levada do quarto ainda na madrugada. A bebê ficou sob os cuidados da avó materna e uma tia para que a mãe pudesse sair para uma festa. Por volta das 2h, a tia acordou para amamentar a criança e percebeu que a sobrinha não estava mais na cama.

“A vítima estava com a área genital dilacerada. Ela chegou ao hospital com um quadro muito delicado, passou por uma cirurgia de reconstrução do órgão genital, está em observação e passa bem”, revelou a médica.

Além da violência sexual, a menina sofreu agressões e a equipe médica relatou que havia hematomas na boca, próximo ao olho e no pescoço. A Polícia Civil investiga o caso, mas até o momento nenhum suspeito foi preso.

A delegada Camila Miranda, destaca que há a possibilidade de mais de uma pessoa ter cometido o crime e todas as informações que chegam serão apuradas. Nesta segunda-feira, a polícia ouviu novos depoimentos de familiares e algumas testemunhas.

“Nós trabalhamos com a hipótese de ter sido mais de um. Testemunhas falaram em alguns nomes e ao que tudo indica são pessoas que conheciam o local e sabiam que abrindo aquela janela já teria acesso ao quarto”, acrescentou a delegada.

Comentários
Carregando