Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

BR 364 é deixada de lado pela bancada federal que ainda não sabe o que fazer com emendas

0

Em primeira reunião havia sido decidido que emenda impositiva seria destinada a BR, ponte bi-nacional e aeroportos

Brasília – A bancada federal de Rondônia optou por não aplicar os R$ 224.686,555 milhões de emenda impositiva que cada bancada terá direito em melhorias na BR 364, também conhecida como “rodovia da morte” em função do alto índice de acidentes com vítimas fatais nos últimos anos.

A emenda impositiva é a verba destinada pelo Executivo para cada bancada. Ela pode ser aplicada integralmente em um programa ou dividida em no máximo duas. Havia sido acordado previamente que metade seria aplicada em obras de duplicação de trechos, construção da ponte bi-nacional (Guajará-Mirim / Guayaramerin) e melhorias dos aeroportos de Rondônia.

Antes da reunião da bancada que aconteceu na última terça-feira, 18, o corpo técnico dos gabinetes dos parlamentares já trabalhavam com planilhas e definiam onde seriam aplicados os recursos, como a duplicação de alguns trechos críticos, entre Ouro Preto e Ji-Paraná e Jaru – Ouro Preto.

Também já se comemorava o início da construção da ponte bi-nacional em Guajará-Mirim. Após a saída de todos da sala de reuniões, ficaram apenas os parlamentares que chegaram a um consenso apenas, o dinheiro não iria para a BR 364.

Nesta quarta-feira, está marcada uma reunião na Secretaria de Desenvolvimento Regional para que os parlamentares saibam quais os programas que estão em andamento que poderão ser destinados à Rondônia.

Comentários
Carregando