Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

Caerd perde investimentos do PAC tem licitações suspensas, mas o responsável andou palestrando em Humaitá, Durante o Expediente

0

Painel Político vem revelando vários malfeitos que a gestão de Iacira Azamor está praticando na Companhia de Águas e Esgotos de Rondônia. Mesmo assim Ministério Público não se movimenta no sentido de averiguar.

O sucateamento da Companhia de Águas e Esgotos de Rondônia – Caerd, anda de vento em popa e pelo jeito a empresa, que tem tudo para ser lucrativa, vai mesmo ser vendida a preço “simbólico” no mercado. Pelo menos no que depender da atual presidente, Iacira Azamor que está se empenhando para destruir o que resta da companhia. Ela vem reiteradamente ignorando as decisões judiciais, não manda representantes para audiências em que a Caerd é condenada à revelia. O TRT já determinou prisão de Iacira em caso de nova desobediência.

Iacira promoveu uma reforma aumentando os cargos comissionados (e os valores pagos), a Lei n. 3.778/2016, que criou cargos comissionados na Companhia de Águas e Esgotos do estado foi declarada inconstitucional pelo TRT, em 29 de Junho de 2017.

Noutro ponto o plenário do Tribunal de Contas da União determinou, através do Acórdão 1308/2017 que o Ministério das Cidades se abstenha de destinar recursos federais para a execução das obras do sistema de esgotamento sanitário de Porto Velho – Sistema Sul. A decisão foi publicada ontem no Diário Oficial da União. Desta forma a Gestão de Iacira Azamor não mexeu um palito para dar início ao processo de ampliação da rede de águas de Porto Velho.

Em seu discurso o Senador Ivo Cassol acusou o governo de Confúcio Moura (PMDB) de ter superfaturado o projeto em mais de R$ 200 milhões e de ter copiado o contrato e o edital de cidades nordestinas, “nem mudaram os nomes das cidades”, destacou o senador, que ainda acusou a atual presidente da Caerd, Iacira Azamor de “estar extorquindo empresários em Ji-Paraná”.

Mas na CPL

Enquanto essa e outras denúncias são feitas, várias licitações estão suspensas por haver de problemas ou irregularidades seja no projeto seja no certame,  o presidente da Comissão Permanente de Licitações da Companhia, Jamil Manasfi da Cruz, anda palestrando durante o horário de expediente da CAERD. Recentemente Jamil palestrou sobre Licitação, e RDC (Regime Diferenciado de Compras) no município amazonense de Humaitá-AM. Em conjunto com o Assessor da Presidente Iacira Azamor, Tiago Sena.

A Assessoria da CAERD não informou se o Pregoeiro e o Assessor foram ao município com ônus (diária, transporte e alimentação) à Companhia.

 

Comentários
Carregando