Cai liminar que impedia Maia de disputar a presidência da Câmara

Ação popular havia conseguido liminar contrária à candidatura na sexta, dia 20.

A Folha informa que o desembargador Hilton Queiroz, presidente do TRF 1 (Tribunal Regional Federal da 1ª Região), derrubou a liminar de um juiz de primeira instância de Brasília, Eduardo Ribeiro de Oliveira, da 15ª Vara Federal, na última sexta-feira (20), que impedia o atual presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), de disputar a reeleição da presidência da Câmara.

Alegando descumprimento do regimento da Casa, a ação popular foi movida por pessoas ligadas ao Centrão, grupo dos deputados Jovair Arantes (PTB-GO) e Rogério Rosso (PSD-DF), que disputam com Maia o comando da Casa.

Fonte: veja.com

Deixe uma resposta