Câmara de Porto Velho passa por terceira reforma

Cada novo presidente que assume resolve reformar o prédio; agora são novas salas

Porto Velho — Pela terceira, desde 2012 que a Câmara de Vereadores de Porto Velho passa por uma reforma. Nesta última, segundo o atual presidente Jurandir Bengala, existe a necessidade de novos gabinetes e salas de arquivo, que segundo ele informou, “estão lotadas e não tem mais espaço”. Essa ampliação e reforma deve custar aos cofres do município, cerca de R$ 915 mil, mas pode ser mais, caso ocorra a necessidade. E isso sempre acontece.

O histórico de reformas da câmara dos vereadores só carrega valores milionários. A primeira reforma foi feita pelo então presidente Eduardo Rodrigues, também conhecido como “Eduardo da Milla”. A obra foi orçada inicialmente em R$ 1, 228 milhão, mas terminou gastando valores superiores a R$ 2 milhões. Na época, PAINEL POLÍTICO apontou a possibilidade das obras estarem superfaturadas e o Ministério Público do Estado abriu procedimento investigatório. O material usado na obra era de baixa qualidade, segundo denúncia que foi feita também ao MP.

Já em 2013 o ex-presidente Alan Queiroz eleito em 2013, reformou tanto o prédio atual da Câmara quanto o antigo, que fica na rua José Bonifácio, próximo a biblioteca municipal Francisco Meirelles. O local estava abandonado e servia de ponto de consumo de drogas. Em ambas as reformas foram gastos cerca de R$ 2 milhões.

Nos últimos meses, o vereador Jurandir Bengala vem reclamando da falta de recursos, e alega que precisa “enxugar” a folha de pagamentos, que segundo ele, estaria acima do limite prudencial da lei de responsabilidade fiscal. Alguns vereadores discordam das medidas que o presidente pretende adotar, e também são contra a reforma atual. Outros sugeriram que a Câmara alugue um espaço para almoxarifado, que seria bem mais barato que fazer mais uma reforma.

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

1 thought on “Câmara de Porto Velho passa por terceira reforma

Participe do debate. Deixe seu comentário

%d blogueiros gostam disto: