Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

Câmara nega aposentadoria por invalidez para Genoino

0

A Câmara dos Deputados negou nesta sexta-feira (4) pedido de aposentadoria por invalidez feito pelo então deputado federal José Genoino (PT-SP), preso após o julgamento do mensalão.

Em nota, a Câmara afirma que a junta médica da Casa que o avaliou concluiu que ele não apresenta, “no momento, cardiopatia grave que resulte em incapacidade laborativa definitiva”. O documento é assinado pelos médicos Luciano Janussi Vacanti, Fernanda Perez Cabral Furtado, Luis Gustavo Gomes Ferreira e Gerson Costa Rodrigues Filho.

Preso desde novembro do ano passado, Genoino cumpre pena de 4 anos e 8 meses por corrupção ativa em regime domiciliar em uma casa alugada pela família dele em Brasília. Ele também havia sido condenado a 2 anos e 3 meses por formação de quadrilha, mas o tribunal, no julgamento, o acabou absolvendo deste delito.

Genoino foi condenado ainda a pagar multa de R$ 667,5 mil. O petista fez uma campanha e arrecadou o valor por meio de doações online.

O petista, que renunciou ao mandato em dezembro passado, continuará recebendo aposentadoria da Câmara no valor de R$ 20 mil bruto (R$ 14,1 mil em valor líquido). Ele tem direito a esse salário por conta de mandatos anteriores.

A tentativa da defesa dele era que transformar a aposentadoria parcial dele em uma por invalidez, o que garantiria a ele o valor integral do salário de um congressista, que é de R$ 26,7 mil.

Genoino aguarda ainda uma decisão do STF (Supremo Tribunal Federal) sobre o seu pedido de prisão domiciliar em definitivo. O presidente da Corte, ministro Joaquim Barbosa, que é relator do mensalão, determinou que ele passe por nova perícia, o que ainda não ocorreu.

Genoino realizou no meio do ano passado, no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, uma cirurgia de correção da artéria aorta. Em setembro, antes mesmo de ser preso, ele pediu aposentadoria por invalidez, mas a junta médica que o analisou disse ser necessária uma nova bateria de exames.

Leia a íntegra da nota:

Nota à Imprensa

Junta médica conclui laudo sobre pedido de aposentadoria por invalidez de José Genoino.

A Câmara dos Deputados divulga, por meio desta nota, o resultado do laudo da junta médica oficial sobre o requerimento de aposentadoria por invalidez do ex-deputado José Genoino.

A junta, formada pelos médicos Luciano Janussi Vacanti, Fernanda Perez Cabral Furtado, Luis Gustavo Gomes Ferreira e Gerson Costa Rodrigues Filho, concluiu que o periciado não é portador de invalidez para atividades laborativas nem de doença especificada em lei do ponto de vista médico-pericial. De acordo com o laudo, o periciado não apresenta, no momento, cardiopatia grave que resulte em incapacidade laborativa definitiva.

O processo de aposentadoria, portanto, foi indeferido e arquivado.

Assessoria de Imprensa

Câmara dos Deputados

Portal UOL

Comentários
Carregando