Cármen Lúcia diz que não pensa na possibilidade de assumir a Presidência

A presidente do Supremo é quarta na linha sucessória do presidente Michel Temer.

A ministra Cármen Lúcia, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), afirmou na tarde desta segunda-feira em Washington que não pensa na possibilidade de ser presidente da República. Após uma palestra na American University, ela foi questionada sobre a possibilidade de assumir o cargo se a chapa Dilma-Temer ser cassada pelo Tribunal Superior Eleitoral ou se ela pensa em ser candidata em 2018:

— Eu não considero nada disso. Vivo biblicamente cada dia sua agonia. Hoje a minha é os processos. Não tenho nada a considerar sobre isso — disse ela.

A presidente do Supremo é quarta na linha sucessória do presidente Michel Temer. Após o impeachment de Dilma, Temer, então vice-presidente, assumiu o cargo. Em caso de o peemedebista tenha o mandato cassado, quem assume é o presidente da Câmara, Rodrigo Maia. A linha sucessória segue com o presidente do Senado, Eunício de Oliveira, e a presidente do Supremo.

A ministra deu outra palestra pela manhã no Wilson Center, onde afirmou que existe a possibilidade de que alguns depoimentos da Operação Lava-Jato tenham sido vazadas pelos próprios delatores para tentar uma nulidade das provas e condenou partidos que se tornam legendas de aluguel.

Fonte: extra.globo

Painel Político, é um blog de notícias de Rondônia, com informações sobre política regional, nacional, economia, jurídico e variedades. Siga-nos nas redes sociais, visite-nos diariamente e fique sempre bem informado.

Deixe uma resposta