Caso Naiara: Tribunal está lotado e juiz proíbe imagens

Estão sendo julgados três acusados de estuprar e matar estudante de jornalismo em 2013

O plenário da 1ª Vara do Júri em Porto Velho está lotado. Não cabe mais ninguém. É que começou às 8 horas o julgamento de três acusados de estuprar e matar, em 24 de janeiro de 2013, a estudante de jornalismo Naiara Karine. Francisco da Silva Plácido, Richardson Bruno Mamede das Chagas e Wagner Strogulski estão no banco dos réus pelo crime. Um quarto acusado, Marco Antônio Chaves, primeiro a ser preso, já foi condenado a 24 anos de prisão e cumpre pena em presídio da capital.

O juiz que preside o julgamento proibiu a entrada de celulares e filmagens dentro do plenário. A previsão é que o julgamento se estenda até sexta-feira. Neste momento foi feito um breve intervalo. (As fotos foram enviadas pela assessoria do Tribunal de Justiça)

De acordo com as investigações Naiara Karine foi morta no dia 24 de janeiro de 2013, após sofrer um estupro coletivo praticado por, pelo menos, quatro homens. O corpo da jovem de 18 anos, que cursava jornalismo, foi encontrado em uma estrada conhecida como Linha 15 de Novembro, na zona rural da capital rondoniense.

Ela foi assassinada com vários golpes de faca e, segundo as investigações, sofreu violência sexual. O localizador do celular de Naiara ajudou a polícia a chegar ao local do crime horas depois de ter sido dada como desaparecida. Após um mês de investigações, a Polícia Civil caracterizou o crime como sequestro, estupro e homicídio. O inquérito apesar disso, ainda não foi oficialmente concluído.

juri2
Imagens do plenário enviadas pela assessoria do TJ
juri3
Imagens do plenário enviadas pela assessoria do TJ
juri4
Imagens do plenário enviadas pela assessoria do TJ
juri5
Imagens enviadas pela assessoria do TJ
juri6
Imagens do plenário enviadas pela assessoria do TJ
Plenário está lotado
Plenário está lotado
vara2
Promotor responsável pelo caso conversa com a imprensa
Advogado responsável pela defesa dos acusados
Advogado responsável pela defesa dos acusados
Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta