fbpx
Celular canadense tem tela flexível e holográfica; conheça o HoloFlex

O HoloFlex é um celular holográfico desenvolvido por pesquisadores do Human Media Lab, da Queen’s University, no Canadá. O protótipo divulgado na última quinta-feira (5) mostra que o modelo flexível pode ser dobrado e que a tela, fabricada com lentes específicas, além de sensível ao toque, é em 3D. O smartphone é pioneiro nessa tecnologia e na demonstração em vídeo o dispositivo portátil roda até jogos populares, como Angry Birds, e modelagens em três dimensões.

Por enquanto, o modelo HoloFlex não pode ser comprado e ainda está em fase de testes, no entanto, a tecnologia aplicada em sua tela pode deixar muitos usuários curiosos. Para entender melhor, o display aplicado no projeto é chamado de FOLED (Flexible Organix Light Emitting Diode) e tem resolução de 1080p.

HoloFlex tem tela formada por microlentes flexíveis (Foto: Divulgação/QueensU)
HoloFlex tem tela formada por microlentes flexíveis (Foto: Divulgação/QueensUniversity)

Durante o processo de fabricação, a tela do celular é formada por microlentes flexíveis, ao invés de um “vidro inteiro”, como acontece nos celulares do mercado. Com isso, são aplicadas cerca de 16 mil lentes fisheye (olho de peixe), o que resulta em imagens com resolução de 160 x 104 pixels para objetos em três dimensões. A câmera frontal permite captar imagens do usuário e, ao dobrar a tela do celular, o holograma é mostrado em 3D.

Tela do HoloFlex mostra imagens em hologramas 3D (Foto: Divulgação/QueensUniversity)
Tela do HoloFlex mostra imagens em hologramas 3D (Foto: Divulgação/QueensUniversity)

Por dentro do HoloFlex está um processador Qualcomm Snapdragon de 1,5 GHz, com 2 GB de memória e uma GPU Adreno 430. O sistema operacional é um Android 5.1 e os hologramas são exibidos em 3D na tela, em diferentes angulações, sem precisar de dispositivos extras, como Óculos de Realidade Virtual(VR).

Jogo Angry Birds é mostrado de forma mais dinâmica com tela flexível do HoloFlex (Foto: Divulgação/QueensUniversity)
Jogo Angry Birds é mostrado de forma mais dinâmica com tela flexível do HoloFlex (Foto: Divulgação/QueensUniversity)

A tecnologia pode auxiliar em modelagem para impressão em 3D no futuro, permitindo visualizar os objetos em diferentes ângulos durante o projeto. Ao final do vídeo de demonstração, é possível ver como o jogo Angry Birds pode funcionar com a tecnologia. Ao dobrar o celular, a tensão da tela ao ser dobrada dá impulso ao pássaro para acertar seu alvo, deixando a usabilidade mais dinâmica. Ainda não há previsão de venda, nem preço do HoloFlex.

Tech Tudo Via Queen’s University

 

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta