Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

Cerca de 200 fazendeiros bloqueiam ponte na BR-429 em Rondônia

0

Ação foi motivada em represália à invasão de integrantes do LCP à fazenda. Agricultores cobram ações do governo contra invasões de terra.

Aproximadamente 200 fazendeiros bloquearam uma ponte na BR 429, na divisa entre os municípios de São Miguel do Guaporé e Seringueiras (RO) no início da manhã desta quinta-feira (28). Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a ação foi motivada em reivindicação a invasão realizada na Fazenda Bom Futuro, desde o último dia 17 cerca de 100 integrantes da Liga dos Camponeses Pobres estão na propriedade. Produtores cobram ações do governo para a retirada dos invasores da propriedade. “Reivindicamos que se tome as medidas necessárias para a reintegração de posse imediata, já que existe um documento que autoriza isso. Também cobramos a presença efetiva do policiamento, evitando que mais gente adentre à propriedade. Só iremos nos retirar daqui quando obtivermos uma resposta do governo, garantindo o cumprimento da justiça”, afirma João Volpato, presidente do Sindicato Rural de São Francisco do Guaporé.

Agentes da PRF de Ji-Paraná se deslocaram até o local do bloqueio, para conversarem com os manifestantes. Os fazendeiros cobram a reintegração de posse da fazenda, que foi invadida por membros da Liga dos Camponeses Pobres (LCP). Uma ação de reintegração foi realizada no último dia 21, mas os invasores abriram fogo contra o helicóptero Falcão 2 do Núcleo de Operações Aéreas (NOA), o que motivou a Polícia Militar (PM) a abortar a missão. “Os fazendeiros fizeram esse bloqueio na rodovia em represália à invasão realizada pela Liga dos Camponeses Pobres, eles temem que aumente o número de invasões na região e cobram uma ação do governo para realizar a retirada dos integrantes do grupo da propriedade invadida”, conta o inspetor chefe da PRF, João Ribeiro.

Órgãos de segurança se reuniram na Secretaria de Estado da Segurança Defesa e Cidadania (Sesdec) em Porto Velho, na última sexta-feira (22), para definir quais ações serão adotadas na fazenda. Nesta terça-feira (26), uma nova reunião foi realizada na câmara municipal de Seringueiras, para discutir a situação, com a presença da Polícia Militar, Polícia Civil, produtores rurais e representantes da LCP, com o objetivo de entrar em acordo para que a ordem de reintegração seja cumprida sem conflito na região.

Invasão

Conforme informações da polícia, dois ônibus lotados estacionaram na entrada da fazenda Bom Futuro no domingo (17). Seis homens armados desceram e caminharam em direção à propriedade, onde fizeram o dono da fazenda e um funcionário refém. Outro funcionário percebeu a movimentação e conseguiu se esconder na pastagem e ligar para a Polícia Militar (PM).
Os reféns foram mantidos amarrados e encapuzados. Horas depois foram obrigados a deixar a fazenda. Além dos ônibus, diversos veículos de passeio foram vistos adentrando a fazenda após a invasão.

Comentários
Carregando