Chama o Zezinho do Maria Fumaça que ele te ensina, Ocampo Fernandes

O presidente da Fundação cultural de Porto Velho, Antônio Ocampo Fernandes está viajando por Olinda (PE) e depois vai à Salvador (BA) para aprender a fazer carnaval e implementar na capital de Rondônia em 2018. Ao menos essa foi a justificativa que ele apresentou para se deslocar as duas cidades nordestinas, entre os dias 11 a 15 deste mês.

Ocampo Fernandes não sabe fazer carnaval em Porto Velho

Na justificativa, Ocampo alega que a viagem “tem por objetivo realizar visitas aos órgãos culturais em busca de modelos a serem implantados no município de Porto Velho no carnaval de 2018”.

Economicidade é uma palavra que a turma, ao que parece, desconhece. Em tempos de Skype, E-mail, Whatsapp e outras ferramentas, é de fato necessário esse tipo de deslocamento?

Para fazer carnaval em Porto Velho nem precisa viajar. Chama o Zezinho do Maria Fumaça que ele te ensina Ocampo. Ou a Siça, da Banda do Vai Quem Quer. Eles colocam milhares nas ruas.

Banda do Vai Quem Quer
Maria Fumaça levava milhares às ruas
Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta