Ciclovia de R$ 1 milhão está abandonada em Porto Velho

Um ciclovia construída na gestão do ex-prefeito Roberto Sobrinho (PT), com recursos de compensação das usinas do Madeira, está tomada pelo mato. A ciclovia fica na Estrada do Santo Antônio e começa logo após o residencial Cujubim (no lado esquerdo da pista, sentido cemitério do Santo Antônio) e termina alguns metros antes do cemitério. É uma faixa de asfalto da pista original, separada por bloquetes.

Na época de sua construção, segundo a placa da obra, teriam sido gastos R$ 1 milhão e foram pagos pelo consórcio construtor da usina de Santo Antônio e entrou na contabilidade do município como “compensação” pelas obras. Mas a ciclovia nunca foi usada pela população e grande parte desconhece.

Nem mesmo quando as obras das usinas estavam no auge a ciclovia chegou a ser utilizada. Os trabalhadores eram levados de ônibus para o canteiro. O mato tomou conta de grande parte da ciclovia e em alguns locais o asfalto foi destruído por erosão e pela péssima qualidade da pavimentação feito na local.

Em 2013 a coluna PAINEL POLÍTICO falou sobre o caso.

PAINEL POLÍTICO também produziu um vídeo mostrando a ciclovia. Veja:

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Participe do debate. Deixe seu comentário