fbpx
Cintos de castidade masculinos ganham versão fashion

Popular na Idade Média, mas em sua versão feminina, o cinto de castidade – dispositivo com cadeado que impede a masturbação ou a relação sexual – agora é coisa de homem.

Apostando no público que gosta de apimentar o ato sexual, uma empresa americana ampliou seu catálogo de cintos de
castidade masculinos incluindo peças com acabamento cromado, em madeira e até camuflado.

“A questão é que o dono da chave passa a ter total controle sobre a sexualidade do parceiro. E o sexo passa a ser visto como uma espécie de glorificação”, afirma Jason Yates, dono da CB-X, a fabricante do cinto.

Em média, os cintos de castidade da CB-X custam US$ 150 (cerca de R$ 350).

cinto

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta