Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

Cissa Guimarães homenageia filho Rafael, morto há 6 anos

0

Apresentadora publicou foto antiga com o caçula nesta quarta-feira (20)

Cissa Guimarães começou a quarta-feira (20) relembrando a morte de seu filho Rafael Mascarenhas. A apresentadora do programa “É de Casa”, que recentemente levou 15 pontos na cabeça, publicou uma foto antiga na qual aparece com o caçula ainda criança. Na legenda da imagem, ela fez uma homenagem a Rafael, atropelado enquanto andava de skate em julho de 2010 em um túnel na Zona Sul do Rio, que posteriormente recebeu seu nome.

“6 anos. Rafael deveria ter 6 anos nesta foto. E com seus 6 anos, nesta dimensão, me olhava, me tocava, me acarinhava com todo amor. E tomava conta de mim. É só olhar esta foto. Somos um, uno. Envolvidos no amor sagrado de uma mãe e seu filho. E hoje, 20 de julho de 2016, é aniversário do nosso anjo Rafael! 6 anos de uma missão sagrada e imensa, não mais de tomar conta só de mim. E por isso celebro estes 6 anos, com toda minha gratidão e o maior amor do mundo! Salve Rafael! Obrigada, meu filho! A você, todo meu eterno e sagrado amor!”, escreveu Cissa.

Em maio, a Justiça determinou, em segunda instância, uma nova sentença aos responsáveis por atropelar e matar Rafael. Na nova decisão, ficou decidido que os réus, Rafael de Souza Bussamra e Roberto Bussamra, terão que prestar pouco mais de três anos de serviços comunitários.

“Saio do julgamento do processo do meu filho Rafael Mascarenhas com o peso da sentença: três anos e alguns meses de serviço comunitário por homicídio para o atropelador/ assassino do meu filho. Três anos e alguns meses de serviço comunitário por corrupção para o pai do atropelador/ assassino do meu filho. Ficarão livres prestando serviços comunitários. Fico pensando que depois de terem feito isto, que serviços comunitários perigosos essas pessoas prestarão a nossa sociedade. Medo. Tristeza. Injustiça. Agradeço com o que restou do meu coração a todas as manifestações de apoio, carinho e respeito que eu e minha família sempre recebemos nestes seis anos sem nosso Rafa. Como diz Guimarães Rosa, ‘viver é muito perigoso'”, desabafou Cissa.

Comentários
Carregando