Citado na Lava Jato por receber propina, Cassol “Dallas” conclama população “à provar sua inocência”

In Política
Espalhe essa informação

Senador insiste em afirmar que denúncias são “retaliação por ter denunciado isenção”; Atual conselheiro do TCE e ex-secretário de Finanças desmentiu senador em audiência pública

Brasília – “Como no passado, eu vou ter que provar minha inocência, e junto com vocês, nós vamos fazer isso”. A frase é do senador Ivo Cassol, acusado pelo delator Henrique Valadares, executivo da empresa Odebrecht, de ter recebido R$ 2 milhões em propina das usinas do Madeira, além de uma viagem com a família para os Estados Unidos que teria sido custeada pela empresa, em troca da forte atuação do então governador em prol das usinas.

O agora senador gravou um vídeo afirmando sua inocência e atribuindo a citação de seu nome como uma “retaliação por ter denunciado a isenção fiscal dada as usinas, no valor de pouco mais de R$ 1 bilhão”, versão esta desmentida pelo atual conselheiro do Tribunal de Contas do Estado e ex-secretário de Finanças, Benedito Antônio Alves, que declarou em audiência pública que as isenções tiveram início na gestão Cassol que queria favorecer suas próprias empresas (o senador é proprietário de várias PCHs no Estado).

“Dallas”ou “Maçaranduba” ou “Nova York”, apelidos dados pelo delator ao identificar o senador também teria recebido pagamentos através de um assessor, identificado como “Anjo”. Ele nega todas as acusações. Veja o vídeo de Cassol:

Sindicalistas

O delator Henrique Vasconcelos também acusou sindicalistas de receberem propina para controlar a massa de 30 mil homens que trabalhavam nas usinas. Segundo Vasconcelos, o dinheiro era repassado aos sindicatos e sindicalistas. Um vídeo de uma reunião ocorrida em 2011 mostra a estreita relação que havia entre os sindicalistas e os executivos das usinas. Confira:

Sindicalistas reunidos com executivos das usinas por painelpolitico

Deixe sua opinião via Facebook abaixo!

You may also read!

Embriagado, PM é preso após causar dois acidentes, em Porto Velho

Espalhe essa informação O Sd PM RE 9164-8 Danilo Martins Benicio, lotado na CIA de Guarda, foi preso e

Read More...
Trinta e seis pessoas são detidas em atos contra reformas em São Paulo

Trinta e seis pessoas são detidas em atos contra reformas em São Paulo

Espalhe essa informação Na capital, foram 21 detidos em atos concentrados em duas regiões da cidade. Motivos para prisões

Read More...
PF amplia cerco à cúpula do PMDB no Senado

PF amplia cerco à cúpula do PMDB no Senado

Espalhe essa informação Foram cumpridos mandados de busca e apreensão contra suspeitos de operar recebimento de propina em contratos

Read More...

Deixe uma resposta

Mobile Sliding Menu