CNN é flagrada fabricando uma notícia falsa em plena rua

Uma das maiores divulgadoras de fakenews da atualidade é a rede americana CNN e se levarmos em conta que a grande maioria dos jornalistas brasileiros têm ali sua principal fonte veremos o porquê o jornalismo morreu na TV. Neste final de semana a CNN foi flagrada “com as mãos na massa” quando, literalmente, montava um teatrinho para transmitir a repórter Becky Anderson, falando ao vivo, sobre o atentado perpetrado no passado sábado em Londres.

Vejam só até onde esta gente vai para defender suas agendas: concretamente, é possível ver como organizam um grupo de manifestantes (ou seriam figurantes?) -em sua maioria, muçulmanos- com cartazes pela paz e de protesto contra o Daesh.

O portal Daily Wire aponta que com isto a rede provavelmente pretendia “promover a narrativa de uma ampla oposição muçulmana ao Daesh e ao terrorismo islâmico“.

O vídeo foi gravado por um cidadão, que ato seguido o publicou em sua conta do Twitter. Segundo ele, a BBC também pretendia aproveitar este cenário para realizar uma conexão. A gravação causou uma grande indignação -tanto entre jornalistas como entre o público geral- e foi amplamente compartilhada nas redes sociais.

Este é o vídeo que a rede mostrou a sua audiência e que provavelmente você viu na Globo News.

Flagrada de calça nas mãos, a CNN declarou ao portal Mediaite que “esta história não faz sentido“, dizendo que o grupo de manifestantes que se encontrava no cordão policial foi autorizado pelos oficiais para que pudessem mostrar seus cartazes aos meios de comunicação.

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta