Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

Coluna – Acredite, Valter Araújo pode ser candidato em 2014

0

Ficha limpa

Por mais estranho que possa parecer a informação que você vai ler nas próximas linhas, acredite, pode acontecer. O ex-deputado Valter Araújo, que atualmente encontra-se preso no Pandinha em Porto Velho, pode ser candidato em 2014. Ele tem a ficha limpa (não possui condenação por órgão colegiado), está devidamente cadastrado no Tribunal Regional Eleitoral, continua filiado a uma agremiação política e sequer o fato de estar preso o impede de ser candidato.

Porém

Os mais afoitos vão dizer, “mas ele teve o mandato cassado, isso o torna inelegível”. Acontece que essa cassação está em grau de recurso e ele pode concorrer sub-júdice. E ele pode ser eleito estando preso, existem vários casos, um deles aqui mesmo, em Rondônia, quando o então deputado Carlão de Oliveira, preso, quase foi reeleito, obtendo mais de 10 mil votos. País afora temos inúmeros exemplos.

Agora

Se Valter vai conseguir ser eleito, a questão é outra. Nas eleições de 2010 ele foi o mais votado, com mais de 22 mil votos. O segmento evangélico, que ele atua vem garantindo a reeleição de figura como Maurão de Carvalho, que já foi patrão de Valter no passado. Portanto, a possibilidade dele vir a ser eleito deputado estadual não é lenda, tampouco pode ser descartada. Vai depender, e muito, da vontade dos eleitores ou da agilidade da justiça em condená-lo em segundo grau. Do contrário, além de um deputado federal preso, também teremos um deputado estadual na mesma condição.

Investigação

O Ministério Público do Estado está investigando o contrato de locação do apartamento de Alberto Siqueira (Beto Baba) para o governo. O imóvel ficava à disposição de Mangabeira Unger, nomeado como membro do Conselho de Desenvolvimento Econômico do Estado (CONDER) e que, segundo inspeção do Tribunal de Contas comprovou, utilizou o imóvel por um período de cerca de 30 dias durante os mais de dois anos de aluguel. O contrato foi rescindido após a Operação Apocalipse, deflagrada pela Polícia Civil em 4 de julho deste ano.

O caso

Ganha contornos mais complicados em função da forma como foi feito o contrato. Primeiro, teria que existir uma justificativa plausível para essa locação, já que o Estado pagava mensalmente cerca de R$ 6 mil. Segundo que não houve licitação, só poderia ter tido dispensa se aquele fosse o único imóvel da cidade disponível para atender tal necessidade, e em terceiro, mas não menos importante, qual os benefícios que Mangabeira Unger trouxe para o Estado em troca desse benefício. Moradia é problema sério em Porto Velho. O próprio governo está sentindo isso. Foram mais de 12 mil inscritos no programa de habitação popular para disputar 4 mil casas.

Foi esse

O motivo dos depoimentos de Alberto Siqueira (Beto Baba) e Fernando Serrão (Fernando da Gata) junto ao Ministério Público. Fernando, em ambas as vezes que esteve no prédio azul recusou-se a falar. Já Alberto Siqueira falou sobre o apartamento e depois oficializou uma queixa contra delegados que conduziam a operação Apocalipse. Ele os acusou de terem levado ele e Fernando a um determinado local onde lhes foi oferecido a oportunidade de assinar um depoimento que já estaria redigido, incriminando Márcio César (amigo de Hermínio) em troca da liberação das esposas de Beto e Fernando.

Foi instaurado

Uma investigação no Ministério Público por causa dessa denúncia. Na segunda vez em que estiveram no Parquet foi para serem ouvidos sobre essa situação. Beto confirmou e Fernando, mais uma vez, preferiu ficar em silêncio. Daí vem o questionamento, porque ele preferiu ficar em silêncio na frente dos promotores mas resolveu escrever uma carta com uma série de acusações e insinuações? E agora, qual será o próximo passo?

Podcast

Populismo

Nas últimas semanas o governador Confúcio Moura vem intensificando suas andanças, chegando ao ponto, inclusive, de visitar o hospital João Paulo II, para, segundo o DECOM, “ouvir as queixas dos pacientes e determinar a imediata solução dos problemas apontados”. Essa estratégia populista costuma surtir efeito a curto prazo, se não for uma constante. Confúcio passou praticamente três anos arrumando trapalhadas feitas por seus assessores, e ainda faz isso. O que ele tenta agora é passar uma imagem positiva, de “alguém que resolve”.

Evidente

Que para o paciente que está amargando uma recuperação no João Paulo, ver o governador em pessoa dando ordens e “mandando resolver” impressiona, mas a gente sabe que isso se chama “jogar para a galera”. A nossa torcida é que isso de fato se torne uma rotina. Que Confúcio tome as rédeas de seu governo e mostre que realmente consegue gerenciar o caos que ele próprio causou. No fim de 2012, em conversa com o governador, ele me disse que essa confusão toda é típica de seu jeito de administrar, “lá em Ariquemes também foi assim. Mas no fim tudo deu certo”. Não sei se deu certo em Ariquemes, sei que por aqui não deu.

Registro

Faleceu nesta terça-feira a irmã de Val Ferreira, esposa do ex-senador Expedito Júnior,, Vitória. Ela foi vítima de um câncer contra o qual lutava há alguns anos.

Fale conosco

Pelos telefones (69) 3225-9979 ou 9363-1909. Também estamos no Facebook.com/painel.político e no Twitter (@painelpolitico). Caso prefira, envie correspondência para Rua da Platina, 4326, Conjunto Marechal Rondon.

Jovens acreditam que anticoncepcional evita DSTs, diz pesquisa

Um estudo que ouviu 30 mil pessoas em 37 países concluiu que o uso de camisinha na primeira relação aumenta em três vezes o uso de proteção ao longo da vida e o Brasil, que correspondeu a 66% dos entrevistados, foi o país no qual a maior parte das pessoas disse ter usado proteção na primeira vez. De acordo com o levantamento, entre os brasileiros, as chances de contrair uma Doença Sexualmente Transmissível (DST) ou de ter uma gravidez não planejada é duas vezes menor do que entre aqueles que não usaram camisinha na primeira vez. A educação sexual tem muita relação com estes resultados, uma vez que, entre os que não receberam nenhum tipo de orientação, as chances de não utilizar nenhum tipo de proteção durante relações sexuais aumentam duas vezes. No Brasil, foram ouvidas 1.004 pessoas (54% homens e 46% mulheres)  e os números mostraram que é o país no qual as pessoas afirmam ter usado proteção desde a primeira experiência sexual. Segundoo estudo esta falta de informação faz com que alguns jovens acreditem que as pílulas anticoncepcionais previnam não apenas uma gravidez, como também a transmissão de doenças sexuais”.

Comentários
Carregando