Coluna – Almoxarifado da Seduc de Rondônia parece a “casa da Mãe Joana”

Em Painel Político

Sumiram enciclopédias Barsa, que alguém teve o lampejo de genialidade de comprar. E ainda, a ineficiência do Estado em arrecadar causa tanto prejuízo quanto a má-gestão

O preço da corrupção

Vai aportar no Ministério Público denúncia de um grupo empresarial sobre a corrupção em Cacoal. Um esquema escandaloso que envolve gente que já foi presa pelas mesmas práticas, mas como estamos no Brasil, vagabundo se cria rápido, porque não fica muito tempo na cadeia. O grupo comprou a área na cidade, se organizou para fazer investimentos, mas já “deu ré”. Foram procurados por “emissários” alegando que precisavam pagar “um pixuleco”  de R$ 400 mil para poder ter os projetos  e licenças “liberados” na prefeitura. Um verdadeiro caso de polícia e sem-vergonhice. Difícil ser empresário nesse país. Além dos altíssimos impostos, ainda tem o “custo-propina”. E quem fica desempregado, é você, caro leitor.

Reestruturação

O Banco do Brasil anunciou que vai enxugar. Não será a primeira vez, e certamente não a última. O banco pretende fechar agências e implantar um programa de demissões voluntárias com a meta de reduzir os quadros em 18 mil servidores. A Caixa Econômica também deve seguir o mesmo caminho, mas em proporção menor. Os bancos públicos estão adotando uma postura que deveriam ter tomado há tempos, o de enxugamento. Quem pulou, e rápido, foram os sindicatos. O velho argumento de “direitos adquiridos” voltou à tona. Não, ninguém vai perder direitos, mas o défict de contas precisa ser equilibrado.

Tá, eu sei

Que a culpa da quebradeira não é dos servidores, tampouco da sociedade. Meia dúzia de ladrões do erário, de diversos partidos são os responsáveis, mas infelizmente é assim que a banda toca. Enquanto o brasileiro não se conscientizar da importância que tem o voto e da necessidade de acompanhar bem de perto as gestões públicas, vamos continuar pagando essa fatura. Querendo ou não.

Quem também está enxugando

É o governo gaúcho, que anunciou pacote de reestruturação que inclui extinção de secretarias e demissão de pelo menos 1,1 mil servidores nos próximos dias. O Rio Grande do Sul, assim como a maioria dos Estados, atravessa uma grave crise financeira,

Isenções e falta de fiscalização

A máquina arrecadatória dos governos é ineficiente. A quantidade de fiscais em todas as áreas é insuficiente e em Rondônia não é diferente. O Estado poderia estar arrecadando bem mais, não fosse a frouxidão em relação às empresas. Até hoje não se sabe se as isenções para o grupo JBS, por exemplo, foram revistas. Tivemos a tal “CPI do Boi’  que parece não ter chegado a lugar algum. A fiscalização em Vilhena é feita por amostragem, isso quando acontece. A coisa é tão sem noção que a JBS contrata (e paga) quem a fiscaliza. Desse jeito não tem como arrecadar.

Quer dizer

Tem, de onde é mais fácil e no caso dos servidores públicos. Chegou à coluna a informação que uma das empresas que “vende” o tal seguro-pecúlio pertence ao marido de uma assessora do governo que chegou a ser indiciada na Operação Termópilas. Estamos apenas confirmando o rolo e vamos divulgar, caso seja verdade.

Desde a semana passada

Que o clima anda tenso no Palácio Rio Madeira. A informação sobre a saída do ex-chefe da folha de pagamento por causa do seguro causou mal estar na cúpula do governo, que vinha tratando a questão “por debaixo dos panos”.

Fim do monopólio à vista

A Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado aprovou na quarta-feira (16) projeto de lei do deputado Cabo Sabino (PR-CE) que autoriza os órgãos de segurança da União, dos estados e do Distrito Federal a comprar material bélico importado, sem necessidade de autorização do Exército, e com isenção de tributos. Se aprovado, coloca um fim ao monopólio das Forjas Taurus, cujas armas vem apresentando problemas e fazendo vítimas no Brasil e Estados Unidos e está em vias de sofrer uma CPI. Os policiais agradecem a medida.

Enquanto isso

A Seduc de Rondônia tenta descobrir que fim levaram algumas enciclopédias Barsa, que desapareceram do almoxarifado. Sobre o assunto, duas perguntas, quem teve a infeliz ideia de comprar enciclopédia em tempos de internet e a segunda é, até quando vão sumir coisas desse almoxarifado, que parece a casa da “mãe Joana”? Só para relembrar rapidamente, de lá já sumiram televisores, notebooks, aparelhos de ar-condicionados e agora as enciclopédias.

Comer antes de dormir faz mal a saúde, e muito!

Um estudo realizado com 700 adultos e apresentado em congresso recente da Sociedade Europeia de Cardiologia analisou a relação entre as horas nas quais se consome alimentos e os efeitos no organismo. A pesquisa constatou que ingerir alimentos tarde da noite gera um impacto significativo na pressão arterial. Durante a noite, o processo fisiológico normal é a queda da pressão arterial. Porém, o estudo descobriu que 24,2% dos participantes que comeram até duas horas antes de dormir não registraram uma queda adequada da pressão sanguínea. Entre os que haviam jantado mais cedo, a porcentagem foi de 14,2%. Outro problema de comer perto da hora de dormir é o refluxo, segundo a especialista. Esse transtorno faz com que o conteúdo estomacal retroceda do estômago até o esôfago, o que pode irritar o esôfago e causar acidez gástrica, náusea, indigestão e, em alguns casos, provocar câncer de esôfago. Segundo estudos mais antigos, pessoas que comem antes de dormir têm maior risco de desenvolver sintomas de refluxo.

Deixe sua opinião via Facebook abaixo!

Leia também!

PSB decide não ter candidato à presidência da Câmara

PSB decide não ter candidato à presidência da Câmara

Partido elabora carta de compromissos para ser assinada pelos postulantes à cadeira. A bancada do PSB da Câmara deixou

Read More...
Ex-assessor de Cabral pede prisão domiciliar por medo de rebelião

Ex-assessor de Cabral pede prisão domiciliar por medo de rebelião

Defesa de Luiz Carlos Bezerra afirma que presídio Bangu 10 se tornou ‘barril de pólvora’ com chegada de presos

Read More...
Atirador do aeroporto da Flórida tem fiança negada

Atirador do aeroporto da Flórida tem fiança negada

De acordo com jornal, a promotoria informou que Santiago frequentava sites “obscuros” para se comunicar com jihadistas e simpatizantes

Read More...

Deixe uma resposta

Menu slide para smartphones