Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

Coluna – Câmara pode pedir impeachment de Nazif nos próximos dias

0

Dramática

O Rio Madeira atingiu incríveis 19,54 metros nesta segunda-feira e a situação, que já era calamitosa, ficou desesperadora. No bairro Areal diversas ruas estão interditadas, entre elas a Campos Sales em dois pontos, entre Almirante Barroso e Alexandre Guimarães e entre Rio de Janeiro e Goiás. A Tenreiro Aranha, entre Goiás e Rio de Janeiro também está interditada. Os moradores da rua São Paulo, próximo a Campos Sales também já mudaram. Os efeitos dessa enchente histórica serão sentidos, de fato, quando o nível do rio baixar.

Interessante

Vai ser observar quais as atitudes a serem adotadas pela Justiça Federal, Receita Federal e Tribunal Regional Eleitoral, cujos prédios estão praticamente submersos. Não lembro bem quem foi, mas acho que quem vendeu aqueles terrenos para a União aplicou um belo golpe. Desde sempre sabe-se que aquela é uma região alagadiça, não foram feitos aterros suficientes e pelo jeito os prejuízos serão enormes. O pior, que essas contas sempre são pagas pelos contribuintes, que nada tem a ver com essas lambanças.

Falando em prédio

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Socioeconômico e Turismo – SEMDESTUR, alugou um prédio no centro de Porto Velho pela bagatela de R$ 16 mil, por mês, durante 8 meses. Acontece que essa locação ocorreu em 06 de junho de 2013 e venceu em fevereiro deste ano, sem a SEMDESTUR ter utilizado o imóvel. Já foram pagas até agora 6 das 8 parcelas. E já foi gasto uma grana também na reforma do imóvel, que estava caindo aos pedaços.

A denúncia

Bate na porta do secretário-adjunto de Turismo, Eduardo Rauen, aquele acusado de participar de fraudes contra o seguro-desemprego e que foi preso na Operação Xeque-Mate da Polícia Federal em 2007. Segundo informações de pessoas da própria secretaria, o prédio em questão pertenceria a pessoas com estreitas ligações com Eduardo Rauen.

De qualquer forma

Na Câmara de Vereadores começa a tomar corpo o pedido de impeachement do prefeito Mauro Nazif e quem lidera o cordão dos insatisfeitos é o vereador Léo Moraes. Segundo ele, a situação já passou do limite e os vereadores perceberam que a administração municipal não vai andar. Se eles fizerem isso, ainda dá tempo de realizar novas eleições e quem sabe, eleger alguém que de fato se preocupe com a cidade.

Um dos motivos

Do pedido de impeachement seriam as inúmeras denúncias de corrupção que surgem diariamente envolvendo a administração Nazif. Primeiro foi a tentativa de comprar grama para os viadutos, com a desculpa de “conter a erosão”, não deu certo. Descobriram que o município estava comprando grama superfaturada (alguém lembra que esse filme é repetido?); em seguida temos a lerdeza natural da administração, que não consegue deslanchar; depois foi a tentativa de comprar cestas básicas superfaturadas e por último os rolos da SEMDESTUR.

Segundo o vereador

Se de fato for deflagrado o processo de impeachment, não vai ser difícil obter as assinaturas necessárias, já que a maioria dos vereadores está sofrendo devido aos problemas causados pela prefeitura, “a população cobra da gente e diz que não estamos fazendo nada. Não é justo pagarmos por essa incompetência”, disse por telefone Léo Moraes.

Enquanto isso

Em Porto Velho e em 15 distritos já somam 1.900 famílias desalojadas e 1.362 desabrigadas, segundo a Defesa Civil Estadual.

Oportunidade

Está pensando em trocar de carro e ainda não decidiu por um modelo? Dá uma passada na LF Exclusive, na Pinheiro Machado com Rafael Vaz e Silva e conheça o novo C3 2014 que está com preço incrível de R$ 39.990 á vista ou taxa zero em até 24 vezes. Garanto que você não vai se arrepender.

Sonegação

Nos primeiros 100 dias deste ano o Brasil deixou de arrecadar R$ 106 bilhões em impostos sonegados. Os dados são da campanha “Quanto custa o Brasil pra você?”, realizada pelo Sindicato Nacional dos Procuradores da Fazenda Nacional (Sinprofaz). Em 2013, o chamado Sonegômetro, um placar que calcula a sonegação de tributos no país, fechou o ano marcando uma perda de R$ 415 bilhões para os cofres públicos.

Sinistro

A escola estadual Risoleta Neves foi palco de um incêndio que teria destruído completamente o prédio se não fosse pela ação rápida do Corpo de Bombeiros. Ainda não se sabe o que causou o fogo, mas suspeita-se que tenha sido criminoso. Desde que o governo da atrapalhação cancelou o contrato de vigilância armada, pelo menos uma dezena de escolas já foram depredadas, furtadas e vandalizadas.

Ainda bloqueado

Desabrigados pelas enchentes que tentaram sacar o FGTS, prometido pela presidente Dilma em sua visita a Porto Velho, deram com, perdoem o trocadilho, burros n´ água. Ao chegarem na Caixa Econômica recebem a informação que o decreto não foi feito ainda. Ou seja, o dinheiro continua bloqueado.

Essa é boa

A presidente liberou dinheiro que pertence aos próprios trabalhadores. Essa ajuda aí, cá entre nós, não resolve muita coisa não. Até porque pode-se sacar FGTS para reforma e compra de imóveis, portanto, quem pensava em reformar a casa, mas vinha adiando, vai ter que usar o fundo para esse fim, obrigatoriamente. Essa ajuda é mais ou menos assim, você me empresta R$ 500 para eu poder te emprestar R$ 400.

Sem prefeito

Com o afastamento do prefeito Dinho, de Candeias do Jamaru, desde a semana passada que o segundo colocado, Professor Raimundo tenta ser diplomado para tomar posse. Ainda não conseguiu.  O Juiz da 24ª zona eleitoral José Antônio Robles não assinou os diplomas de Raimundo e Orleans alegando não ter conhecimento de nenhum documento oficial oficial ou requerimento assinado pelo juiz que assinou a sentença de cassação do prefeito Dinho e determinando a diplomação do segundo colocado nas eleições de 2012 . Sendo assim, Candeias continua sem prefeito.

Fale conosco

Pelos telefones (69) 3225-9979 ou 9363-1909. Também estamos no Facebook.com/painel.político e no Twitter (@painelpolitico). Caso prefira, envie correspondência para Rua da Platina, 4326, Conjunto Marechal Rondon. Para fazer parte de nossos grupos no whatsapp envie um whats para 9248-8911 com a seguinte informação: nome+sobrenome+NOTÍCIAS (apenas para receber informações); Caso queira participar de debates e interagir com os demais membros envie nome+sobrenome+DEBATES; Não incluímos ninguém por indicação, a própria pessoa deve enviar o pedido. Notícias são enviadas até às 22 horas, a partir desse horário só se for algo de grande relevância. Também estamos com grupos no aplicativo Line e Telegram.. Para mais informações clique AQUI.

Estudo mostra que estresse reduz chances de mulher engravidar

Estresse em demasia pode dobrar o risco de infertilidade em mulheres, apontaram cientistas da Universidade de Ohio, nos Estados Unidos. Eles descobriram que quem apresenta elevados níveis de tensão têm apenas metade das chances de conceber um filho dentro de um ano. Segundo os pesquisadores, entretanto, métodos simples de relaxamento, como uma caminhada diária de 20 minutos, pode mudar esse quadro. As ligações entre os hormônios do estresse e a reduzida probabilidade de gestação começaram a ser estudadas em 2010. No entanto, o novo trabalho feito em Ohio foi o primeiro a descobrir que tensões emocionais e mentais podem causar diretamente a infertilidade – problema clinicamente definido como a incapacidade de conceber um filho dentro de 12 meses de tentativas. Os cientistas acompanharam 501 casais por um ano e mediram seus níveis de alfa-amilase, uma enzima na saliva que indica estresse.

 

Comentários
Carregando