Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

Coluna – Cassol retira assinatura e derruba duas CPIs importantes, BNDES e Fundos de Pensão

0

E com isso fica declarada aberta oficialmente a “pizzaria do PMDB” no Congresso Nacional

Matador

O senador Ivo Cassol (PP-RO) resolveu exterminar duas importantes CPIs no Senado, a CPI do BNDES e a dos Fundos de Pensão. Ambas abalariam ainda mais as estruturas do governo petista que está afundando o país. Cassol foi lá e retirou sua assinatura, permitindo desta forma que ambas fossem arquivadas. Como todo mundo sabe que o italiano não faz nada de graça, quem está aguardando a publicação de sua condenação pelo Supremo Tribunal Federal vai ter que esperar sentado. Com essa “forcinha” ao governo Dilma, Cassol ganhou um tempo precioso em Brasília.

Resultado

E essas retiradas de assinaturas tem a digital de Michel Temer, que mostrando sua força de articulação já chegou engavetando geral. A pizzaria do PMDB está aberta, e com um monte de pizzas quentinhas.

Concluso

A Ação Penal 565 que já foi julgada e está apenas aguardando a publicação do último suspiro de Ivo Cassol está conclusa a ministra relatora Cármen Lúcia desde o dia 7 de janeiro deste ano. Deve continuar dormindo por algum tempo ainda.

Virou notícia

Os questionamentos feitos por Mariana Carvalho (PSDB-RO) ao tesoureiro do PT João Vaccari foram motivos de risos, aplausos e constrangimento (para ele). O episódio aconteceu na última quinta-feira. Mariana ironizou o fato de Vaccari não ter respondido nenhuma pergunta durante todo o dia em seu depoimento na CPI da Petrobrás. Quando ele afirmou que responderia um dos questionamentos, ela declarou, “não tem problema, o senhor não respondeu nenhuma desde as 9h30, não faz diferença”. Quem estava presente riu e aplaudiu a bela, que pelo jeito está treinando para ser fera.

R$ 2 milhões

Foi quanto Confúcio Moura pagou aos advogados em Brasília para obter a liminar que está garantindo sua permanência no cargo de governador. A próxima, se ele tentar, deverá custar R$ 4. Resta saber de onde veio o dinheiro. Quem conhece Confúcio sabe que ele tem um “escorpião no bolso”. Ele pensou seriamente em não recorrer, confiando apenas na sorte. Mas apareceu algum correria pelo meio do caminho e levantou o dinheiro.

Bom lembrar

Que os autos do processo ainda não chegaram ao Tribunal Superior Eleitoral. O ministro deu a liminar baseado apenas e tão somente na conversa dos advogados de Confúcio.

Devo. Mas não pago

E o governo da enganação, ops, cooperação está devendo diversos fornecedores, principalmente postos de combustíveis no interior do Estado. Alguns estão sem receber desde novembro do ano passado, valores que vão de R$ 90 a R$ 130 mil. Contas adquiridas pelo DER. O governo não dá nenhuma justificativa nem previsão. Enquanto isso, os empresários passam por dificuldades para quitar seus débitos e pagar fornecedores.

Até que enfim

O deputado federal Luiz Claudio disse nesta sexta-feira à coluna que procurou a direção do DNIT em Brasília para solicitar um projeto de viabilidade para a duplicação da BR 364, entre Porto Velho e Vilhena. De acordo com o parlamentar a idéia é começar com os trechos mais críticos e com maiores índices de acidente. Com a realização dos estudos, que é uma das fases mais importantes, será feito o projeto e então teriam início as obras, “creio que é um trabalho de dois a três anos, portanto é melhor a gente começar o quanto antes”, declarou o parlamentar.

Rodovia da morte

A BR 364 é responsável pela morte de centenas de pessoas. Acidentes são registrados praticamente todos os dias e o volume de tráfego é imenso. O Brasil é deficiente na logística de transporte em todos os setores e isso causa prejuízos imensuráveis, sem contar com as vidas que são perdidas em função das péssimas condições das estradas. O deputado afirmou que pretende adotar a duplicação da BR 364 como uma das grandes bandeiras de seu mandato. Vamos torcer para que essa duplicação de fato seja concretizada.

Alto risco

Em praticamente todas as delegacias, principalmente as que restaram na capital, são apenados que fazem a limpeza. Porém, todas possuem pequenos arsenais, com pistolas, fuzis e submetralhadoras. Não faz o menor sentido a SESDEC permitir esse tipo de serviço por presos, que depois “passam a fita” para seus comparsas. A coisa já anda complicada para os agentes sem esse tipo de exposição.

Falando em polícia

A base comunitária da Polícia Militar no bairro Caladinho, na zona sul de Porto Velho foi desativada. Ninguém avisou, tampouco deu alguma explicação. Simplesmente fecharam e pronto.

Violência

A Escola Capitão Claudio, aquela que virou notícia essa semana depois que duas alunas foram esfaqueadas após uma briga, sofreu um incêndio devido a um curto-circuito na rede elétrica. O fogo começou no auditório, mas foi contido pelos bombeiros, que foram chamados para resolver o problema. Quanto a briga envolvendo as alunas, a Seduc informou que “se trata de um problema de segurança, e não de educação”. Já a Polícia Militar alega que está fazendo patrulhas, mas a gente sabe que isso é meramente paliativo.

E tem mais

A Seduc informou que “vai colocar câmeras de vigilância” na escola, como se isso resolvesse alguma coisa. A turma anda roubando essas câmeras e usando em bocas de fumo para vigiar a ação da polícia. A Seduc tinha era que trocar a rede elétrica do prédio, para evitar novos incêndios.

100 dias

Completaram nesta sexta-feira, 10, que Confúcio Moura deu início a seu segundo mandato. Ele não tem muito o que comemorar. Quase foi preso, está inelegível, com nome associado a denúncias de corrupção em todas as esferas e ainda perdeu a amizade de Mangabeira Unger, seu mentor. O agora ministro de alguma coisa ficou bem chateado por ter tido seu nome envolvido no escândalo do apartamento fantasma. Aquele imóvel que foi alugado para ele, Mangabeira, pago pelo governo de Rondônia e que vinha sendo usado como garçoniere por alguns assessores. Unger usou o apartamento por menos de 3 meses, em dias alternados em um período de 3 anos.

E para azedar

Ainda mais o bolo, Confúcio foi cassado pelo Tribunal Regional Eleitoral que deverá rejeitar seus embargos e manter a condenação de perda de mandato. Confúcio ainda vai enfrentar nos próximos dias uma nova ação, proposta pelo Ministério Público Federal. Pelo jeito a festa foi para o ralo.

Outro

Que também faz aniversário neste dia 10 é Guajará-Mirim, e por lá que não para falar em festa mesmo. A cidade está acabada, abandonada e sem perspectiva alguma de um futuro promissor. Lamentavelmente.

Para contatos

Fale conosco pelos telefones (69) 3225-9979 ou 9363-1909. Também estamos no www.painelpolitico.com e www.facebook.com/painel.politico e no Twitter (@painelpolitico). Caso prefira, envie correspondencia para Rua da Platina, 4326, Conjunto Marechal Rondon. Whatsapp 9248-8911.

Estar acima do peso reduz risco de demência, diz estudo

Estar acima do peso diminui o risco de Mal de Alzheimer, de acordo com a maior e mais precisa investigação sobre essa relação. Os pesquisadores admitiram ter ficado surpresos com a descoberta, que vai contra a corrente atual dos aconselhamentos da medicina. A análise de dados de quase dois milhões de britânicos, publicada pela revista médica Lancet Diabetes & Endocrinology, mostrou que pessoas abaixo do peso correm um risco maior de desenvolver a doença. Mesmo assim, organizações dedicadas ao tratamento da demência aconselham que é preciso se exercitar, ter uma dieta balanceada e não fumar. A demência é uma das questões que gera maior pressão sobre a medicina moderna. O número total de pacientes no mundo pode triplicar e chegar a 135 milhões em 2050. Atualmente não há cura para a doença. Os médicos aconselham que se mantenha um estilo de vida saudável para tentar diminuir o risco de desenvolvê-la. Mas essa recomendação pode estar equivocada. A análise mais conservadora feita pelos pesquisadores diz que pessoas abaixo do peso têm um risco 39% maior de desenvolver demência em relação àqueles que estão com um peso saudável. Mas aqueles que estavam com sobrepeso tiveram uma taxa de redução de risco de 18%. Nos obesos, o percentual foi de 24%.

Comentários
Carregando