fbpx
Coluna – Com Héverton Aguiar atuando nas eleições, fichas sujas terão problemas

Ex-Procurador Geral de Justiça está atuando como promotor eleitoral e já começou a dar trabalho para quem tem problemas com a justiça

Sem efeito

No Diário Oficial do dia 3 foi publicado decreto tornando sem efeito a autorização de viagem do secretário-chefe da Casa Civil Emerson Castro à Manaus (AM) onde ele supostamente participaria de um evento sobre software livre. Eu disse “supostamente” porque o evento na verdade aconteceu em data diferente e no Rio Grande do Sul. Sem contar que não faz o menor sentido o chefe da Casa Civil participar de um evento técnico de uma área que passa longe da dele, que é hotelaria….Ponto para Confúcio!

Agora vai

O ex-Procurador Geral de Justiça, Héverton Aguiar é promotor eleitoral nas eleições desse ano. Linha dura, ele não aliviou quando era PGJ e esse ano a classe política vai passar por apuros. Aguiar é competente no que faz e já começou “enquadrando” o médico Amado Rahhal, candidato à vice na chapa de Léo Moraes. Na sexta-feira, Aguiar protocolou representação pelo indeferimento do registro, afirmando que Amado foi condenado pelo TCE.

Reação rápida

Léo Moraes e seu grupo, incluindo o próprio Amado, avaliam a possibilidade de trocar o candidato à vice, apenas por um detalhe, para evitar passar a campanha inteira dando explicações. Não que Amado esteja inelegível, apesar do pedido do MPE ele está com toda a papelada em dia. O problema é que esse tipo de situação gera desgaste desnecessário, ficar tentando explicar ao invés de estar na rua pedindo voto. A questão ainda não foi definida.

Enquanto isso

Um verdadeiro “festival” de vendas de férias acontece em Rondônia. Servidores, principalmente do IPERON, estão marcando férias e em seguida “vendendo” 50% antecipadamente para o Estado. Posso estar enganado, mas tinha algo na legislação que impedia essa prática.

Na Assembleia

A OAB de Rondônia se reuniu na terça-feira (16) com o presidente da Assembleia Legislativa para tratar do projeto de lei 455, de 2016 encaminhado pelo Tribunal de Justiça que prevê um aumento nas custas judiciais. Para a OAB, o projeto “dificulta significativamente o acesso dos cidadãos à justiça”. A entidade entregou um parecer apontando “graves prejuízos à prestação jurisidicional aos rondonienses”.

Em parte

A OAB tem razão. As custas processuais já são relativamente altas, principalmente em segunda instância (quando as partes recorrem). Para o Tribunal de Justiça a medida tem duas funções, aumentar a arrecadação e tentar reduzir a demanda. Nesse caso, só recorreria quem de fato precisa, desafogando o juízo de segundo grau.

Outro lado

Porém, de fato fica complicado para os menos favorecidos, sem contar que com menos demandas, menos advogados são contratados. É preciso haver um equilíbrio. Com a procura às faculdades de Direito (é a primeira mais procurada por ser mais acessível que Medicina), advogados tropeçam entre si em cada esquina, daí a necessidade cada vez maior de ações judiciais. A justiça no Brasil está ficando mais cara, mas o poder aquisitivo do brasileiro continua igual.

Os novos valores

Preveem por exemplo, que recursos em ações penais de natureza privada passem a custar R$ 1 mil. Vamos produzir um material mais completo sobre o assunto ainda esta semana.

Até 2028

É quando vale o mandado de prisão que está em aberto contra o ex-deputado estadual Marcos Donadon (PMDB) que continua foragido. O mesmo vale para Ellen Ruth.

Malandragem

Um candidato à vereador em Porto Velho estaria distribuindo camisetas com a frase “eu amo Porto Velho”. Algumas “simpatizantes” postaram fotos com as camisetas em seus perfis no Facebook. O Paulo Andreoli gostou das camisetas e foi atrás de comprar, não conseguiu. Obteve como resposta “vou falar com o Alekis”. Pois é, eleições no Brasil a turma sempre tenta dá um jeitinho…

Bloco na rua

E o candidato Maurício Carvalho, irmão de Mariana Carvalho já colocou a campanha na rua, e à exemplo da irmã, vai gastar sem dó. Mas é bom a justiça eleitoral ficar de olho, viu Héverton Aguiar. O teto de gastos para a campanha de vereador em Porto Velho é de pouco mais de R$ 139 mil. Pelas contas do Rondoniaovivo, ele já “tá quase queimando” o teto. E logo no primeiro dia de campanha.

Clínica Mais Saúde informa – Spray nasal contra gripe é tão efetivo quanto a vacina

O spray nasal é tão efetivo quanto a vacina tradicional na prevenção da gripe. A conclusão é de um estudo conduzido pela Associação Americana de Médicos publicado recentemente na revista científica Annals of Internal Medicine. Para chegar a essa conclusão, Mark Loeb, da Universidade McMaster, no Canadá, e sua equipe selecionaram 4.611 crianças que viviam em comunidades isoladas de cidades e vilas em Alberta e Saskatchewan, no Canadá. Destas, 1.186 receberam o  spray nasal e 3.425 a tradicional. Os resultados mostraram que a proteção direta e comunitária foi semelhante para os dois tipos de vacina. Trata-se, portanto, de um ótima opção para quem tem medo de agulhas. O spray nasal ainda não está disponível no Brasil.

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta